Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política

Agenda

Porta-voz: Bolsonaro não deve viajar a Leticia (Colômbia) por orientação médica

Publicado em: 02/09/2019 20:47

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil (Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil)
Por orientação médica, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) não deve participar de encontro com presidentes de países amazônicos em Leticia, na Colômbia, previsto para sexta-feira (6).

Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio Rêgo Barros, o presidente começará dieta líquida na mesma data do evento. O procedimento foi exigido para cirurgia que o presidente será submetido no domingo, 8, para correção de uma hérnia incisional que surgiu no local onde Bolsonaro foi atingido por uma facada, há quase um ano.

Rêgo Barros disse que o Planalto estuda enviar um substituto ao evento ou adiar a participação do Brasil na discussão sobre a crise ambiental na Floresta Amazônica.

Assembleia da ONU
O porta-voz reforçou que a cirurgia não deve impedir Bolsonaro de discursar na abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas, no dia 24 de setembro, em Nova York. O general disse que o presidente deve viajar em 22 de setembro e voltar ao Brasil no dia 25. 

7 de setembro
Ainda segundo o porta-voz, Bolsonaro participará das comemorações de 7 de Setembro. Ele não deve discursar. Rêgo Barros afirmou que "não tem autorização" para informar se Bolsonaro desfilará em carro aberto ou fechado.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Covid-19 põe indígenas amazônicos em grande risco
Covid-19: Taxa de isolamento social no Recife cai para 45%
05/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Manifestações por morte de garoto, Weintraub presta depoimento na PF e inquérito de facada arquivado
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco