Alepe Juíza Andrea Cartaxo recebe título de cidadã pernambucana

Publicado em: 20/09/2019 17:03 Atualizado em:

O título foi entregue pelo deputado Clodoaldo Magalhães. FOTO: Rodolfo Barbosa/Comunicação Clodoaldo Magalhães
O título foi entregue pelo deputado Clodoaldo Magalhães. FOTO: Rodolfo Barbosa/Comunicação Clodoaldo Magalhães
A juíza da 4º Vara de Sucessões e Registros Públicos do Recife, Andrea Rose Cartaxo, recebeu da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) o título honorífico de cidadã pernambucana. A  resolução 1216/2013, para conceder a cidadania à juíza, é de autoria do ex-deputado Sebastião Rufino, e em reiteração teve intenção de entrega do primeiro-secretário, Clodoaldo Magalhães (PSB). A solenidade aconteceu na noite da última quinta-feira (19), durante sessão solene no auditório Sérgio Guerra. 

Natural da Paraíba, onde foi oficial de Justiça e promotora, Andrea Rose Cartaxo passou a exercer a magistratura em Pernambuco em 2003, mediante concurso público. Atuou nos municípios de Brejo da Madre de Deus, Ipojuca, Moreno, Jaboatão dos Guararapes e agora está locada no Recife. A juíza fez parte da delegação que participou da elaboração do Estatuto do Torcedor e esteve presente em missões a diversos países europeus. A homenageada também integrou a coordenação de combate à violência doméstica em Pernambuco.

O deputado Clodoaldo Magalhães fez a entrega do título e salientou que a homenagem é mais do que justa. “Com uma sólida formação jurídica, senso de justiça, imparcialidade, respeito ao processo legal, celeridade e coragem para aplicar a lei, Andréa trouxe forte contribuição para a Justiça do Estado”, ressaltou o parlamentar.

Andrea, que foi vítima de ameaça de morte, em 2004, por exercer sua profissão, fez um discurso baseado na importância da sua base familiar para que se tornasse o que é hoje. Por fim, agradeceu a sensibilidade dos deputados pelo reconhecimento. Ninguém continua o mesmo depois da alegria de receber, da terra que lhe adotou, tamanha honraria”, observou.

Compondo a mesa diretora estavam o deputado estadual Sivaldo Albino (PSB), representando o presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, o desembargador Fausto Freitas, o juiz Emanuel Bonfim Filho, presidente da Associação dos Magistrados de Pernambuco e a juíza Maria Aparecida Sarmento, presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba. O evento também contou com a presença dos familiares da homenageada, o defensor público do estado da Paraíba, Levi Borges, seu pai, a juíza do estado de Pernambuco, Marisa Borges, sua mãe, o médico radiologista, Henrique Cartaxo, seu marido, além de amigos e colegas de profissão. O Coral Vozes de Pernambuco, formado por servidores da Casa, fez apresentações musicais durante a cerimônia.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.