volta Bolsonaro terá condições de comandar o País a partir de quinta, diz porta-voz

Por: Agência Estado

Publicado em: 10/09/2019 11:52 Atualizado em:

Reprodução/Twitter
Reprodução/Twitter
O presidente Jair Bolsonaro terá condições de comandar o País a partir de quinta-feira (12), afirmou o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, nesta terça-feira (10). "O presidente, a partir de quinta-feira, estará novamente exercendo o cargo de chefe do Poder Executivo e estará em condições de liderar o País, mesmo daqui do hospital", disse Rêgo Barros em coletiva de imprensa no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde o presidente Jair Bolsonaro se recupera de uma cirurgia realizada no domingo (9) para correção de uma hérnia incisional.

Na segunda-feira (9), o presidente postou um vídeo em suas redes sociais em que afirmava que hoje voltaria ao batente. Segundo o porta-voz, isso quer dizer que Bolsonaro manterá interlocução com ministros e com o presidente em exercício, general Hamilton Mourão. Rêgo Barros disse que Mourão segue exercendo o cargo como interino até, pelo menos, quinta-feira. "A partir da quinta-feira, a junta médica e o presidente decidirão sobre isso", afirmou.

Sem pressa
Minutos antes da coletiva de imprensa, que ocorreu às 10h30, a equipe do hospital que acompanha o presidente divulgou um boletim médico. Segundo o documento, o presidente encontra-se em "contínua melhora" e permanecerá com dieta líquida à base de chá gelatina, água e caldo ralo. Não há previsão de alta e as visitas continuam restritas.

Durante a coletiva, o diretor-médico do Hospital Vila Nova Star, Antônio Antonietto disse que não há pressa para que o presidente volte com a alimentação normal. "Está completamente dentro do previsto. Por enquanto mantém a dieta líquida, que é o melhor neste momento", afirmou. Antonietto também disse que Bolsonaro será submetido a medidas de prevenção de trombose venosa profunda, e que o procedimento é protocolar e comum.

Caminhadas
O porta-voz disse que o presidente deverá realizar uma caminhada matinal pelo corredor do hospital ainda nesta manhã. Também há previsão de que Bolsonaro caminhe à tarde. As caminhadas fazem parte da fisioterapia motora autorizada na segunda pelos médicos. Hoje, o presidente também tomou banho de chuveiro pela primeira vez desde que está internado.

Segundo o porta-voz, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro (PSC), do Rio, filho do presidente, estão em São Paulo como acompanhantes e dormem no hospital. Já o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) fazem visitas ao pai.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.