Cargo Moro indica, mas Bolsonaro barra Deltan na PGR, diz jornalista

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 14/08/2019 21:03 Atualizado em: 14/08/2019 21:52

Foto: José Cruz/Agência Brasil (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
Foto: José Cruz/Agência Brasil
De acordo com informações apuradas por Kennedy Alencar, em transmissão na CBN, o ministro da Justiça, Sergio Moro, teria sugerido ao presidente Jair Bolsonaro que sua indicação à PGR (Procuradoria-Geral da República) fosse o procurador Deltan Dallagnol. E, ainda segundo o jornalista, mesmo com a confiança declarada no ministro, Bolsonaro se recusou.

Kennedy afirmou ainda que a procuradora-geral da República Raquel Dodge perdeu forças após pedir providências sobre o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ). Em fevereiro, Dodge solicitou que a denúncia contra o deputado sobre uma ameaça à jornalista Patrícia Lélis fosse enviada a uma das varas criminais.

Embaixada
O jornalista também comentou a respeito da nomeação de Eduardo Bolsonaro para o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Kennedy diz que já é possível considerar o deputado federal como “virtual embaixador do Brasil em Washington”, já que o presidente deve fazer em breve a indicação e existem votos suficientes para aprovação - tanto na Comissão de Relações Exteriores, quanto no senado. O início do processo para que Eduardo se torne embaixador consiste em: o presidente publicar a indicação no Diário Oficial da União, o nome ser enviado ao senado, o presidente do senado mandar o nome para a Comissão de Relações Exteriores, ocorrer a sabatina na Comissão de Relações Exteriores, acontecer uma votação (de forma secreta) na Comissão de Relações Exteriores. 

Caso o deputado passe dessa etapa, ainda será preciso que seu currículo seja analisado pelo plenário do senado e a votação, que é secreta, indicará se está apto ou não. Se aprovado, ele terá que renunciar o cargo de deputado federal, o que já afirmou que faria.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.