Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Política

declaração

Bivar diz que Rodrigo Maia não ouve o PSL

Publicado em: 14/08/2019 09:21

Luis Macedo/Agência Câmara
Em entrevista ao blog Andreia Sadi, o deputado federal e presidente do PSL, Luciano Bivar (PE), fez críticas a condução das negociações do texto da reforma tributária na Câmara dos Deputados.

O presidente do PSL declarou que a proposta defendida pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é um "Frankenstein" e que Maia "não ouve o PSL".

"Eu estou muito preocupado, nem Picasso desenharia uma reforma tributária dessas. Sou empresário, acompanho a discussão e a Câmara colocou a proposta só porque sabia que o governo vinha com uma", disse Luciano Bivar. 

Bivar ainda reclamou do discurso de Alexandre Frota de que a reforma da Previdência seria obra de Rodrigo Maia.  "Mas como Frota quer trazer para Maia a vitória total se foi o governo Bolsonaro que colocou tudo na mesa? Não só a Previdência, mas outras questões, como a questão LGBT", desabafou. Alexandre Frota foi expulso do PSL por decisão unânime.

Luciano comentou que o presidente da Câmara deve muito ao PSL, já que o partido teria sido o primeiro a apoiar Rodrigo Maia em feveiro, durante a eleição para presidência da Câmara. Segundo Bivar, Maia teria dito que estaria sempre em divida com o PSL, além de ter negociado postos importantes em comissões para o PSL, como a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). 

O deputado avalia que existe receio nos bastidores de que o PSL tente pleitear a sucessão de Rodrigo Maia na presidência da Câmara, por isso, Maia estaria evitando dar protagonismo ao partido.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Maria, mãe de um povo ferido
Confira a estreia do programa In set
Educação humanizadora e não violência nas escolas
João e os 50 anos de colunismo social
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco