Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Política
Comentário Liberação de emendas foi mais escancarada no governo Bolsonaro, diz Paulinho da Força

Por: FolhaPress - FolhaPress

Publicado em: 12/07/2019 21:10 Atualizado em:

Foto: Agência Brasil (Foto: Agência Brasil)
Foto: Agência Brasil
A liberação de emendas por parte do governo de Jair Bolsonaro (PSL) em troca de apoio ao projeto de reforma da Previdência foi mais escancarada do que a feita por administrações anteriores, na avaliação do deputado Paulinho da Força (SP), presidente nacional do Solidariedade.

"Como eu estou na oposição, porque eu estou votando contra a reforma, eu não participei desse jogo que teve aí. Eu sei que teve. Agora, como foi, eu não consigo explicar, porque não participei disso", disse.

Questionado sobre a frase do ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) de que era legítimo os deputados se empenharem para obter verbas, Paulinho concordou, mas com ressalvas.

"Eu acho que [a liberação] aconteceu em vários governos e nesse aqui parece que foi mais escancarado", disse.

Na avaliação do parlamentar, o governo não terá quórum suficiente para votar antes de agosto as mudanças em segundo turno no plenário. Ele disse ainda que a oposição apanhou, mas também deu "alguns tapas."

"Apanhamos um pouco, mas também demos alguns empurrões. A gente conseguiu tirar várias coisas que, do nosso ponto de vista, atrapalhava a vida das pessoas", afirmou, citando o alívio nas regras para aposentadoria de professores e policiais. "Ou seja, não saiu o que a gente queria, mas a gente conseguiu algumas vitórias dentro dessa reforma. Acho que foi o que deu para conseguir."


Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Crochê, tricô, bordados e aplicações
Trio de Ferro e Decisão Bonito campeão do Pernambucano A2
De 1 a 5: o que há de novo na gastronomia recifense?
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco