Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Política
Memória política Comissão de Pernambuco recebe documentação da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça

Publicado em: 25/02/2015 11:28 Atualizado em: 25/02/2015 11:37

A Comissão da Verdade de Pernambuco participa nos dias 26 e 27 de fevereiro, em Brasília, de evento promovido pela Comissão de Anistia. Durante a solenidade, que acontece no auditório Tancredo Neves, serão entregues à Comissão pernambucana documentos históricos originais produzidos pela Polícia Científica de Pernambuco à época da ditadura militar (1964-1985).

“Temos um convênio de cooperação junto à Comissão de Anistia do Ministério da Justiça e assim pudemos localizar estes registros no acervo da Comissão da Anistia”, sublinhou Manoel Moraes, cientista político e membro do colegiado pernambucano, que representa a comissão na capital federal.

Os registros, que compõem o acervo da Comissão de Anistia, reúnem importantes elementos produzidos pelo Instituto de Polícia Técnica da Secretaria de Segurança de Pernambuco durante a repressão política acerca dos emblemáticos casos do padre Antônio Henrique, assassinado em 1969, e do líder estudantil Odijas de Carvalho, morto em fevereiro de 1971, nas dependências do Hospital da PMPE, no Recife.

Também estão entre os registros o caso nda costureira Anatália Alves, cujo corpo foi encontrado parcialmente carbonizado na cela do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) de Pernambuco, no Centro do Recife, em janeiro de 1973. Todos estes casos estão inseridos nos 51 que estão sob as investigações da Comissão de Pernambuco. O ato solene para a entrega da documentação acontece no dia 27 a partir das 12h.



As mães em plena pandemia: casal paulista adota cinco irmãos de Serra Talhada
Bolsonaro aumenta IOF para custear novo Bolsa Família
Surto de Covid-19 obriga Presidente da Rússia a ficar em isolamento
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Eduardo da Fonte (PP), Elias Paim e Diego Martins
Grupo Diario de Pernambuco