Pernambuco.com
Pernambuco.com
Revolta Família vai buscar cachorro em pet shop e recebe animal morto em São Paulo O cão Theodor, da raça Lhasa Apso, foi deixado em um pet shop para um banho e teria se enforcado acidentalmente

Publicado em: 06/01/2016 11:41 Atualizado em:

A morte do animal gerou comoção na cidade. Foto: Nathália Rong/Arquivo Pessoal
A morte do animal gerou comoção na cidade. Foto: Nathália Rong/Arquivo Pessoal

A morte de um cachorro em Mogi das Cruzes, no estado de São Paulo, gerou comoção e revolta nos moradores da cidades e pelas redes sociais. O cão Theodor, da raça Lhasa Apso, foi deixado em um pet shop para um banho por volta das 13h30 de segunda-feira. Segundo a dona do animal, a assessora parlamentar Patrícia Rodrigues Rong, quando o seu marido foi buscá-lo três horas depois, recebeu o cão morto.

De acordo com a família, a proprietária do estabelecimento tentou se justificar, explicando que o cão teria se enforcado acidentalmente. A morte do animal teria ocorrido quando uma funcionária deixou o animal preso em uma corrente em cima da pia e saído da sala por alguns instantes. Durante esse período, o cachorro teria caído da pia e ficado pendurado pela corrente no pescoço, causando o enforcamento.

Patrícia informou que a administração do pet shop não avisou a família para explicar o ocorrido. O marido soube da notícia apenas no momento em que foi buscar o animal. A assessora afirmou que o cão já estava rígido e com a pupila dilatada. Patrícia chamou a Polícia Militar e foi orientada a ir à uma delegacia, onde os policiais informaram que o corpo de Theodor deveria passar por uma necropcia feita por um veterinário para atestar a causa da morte. O corpo do cachorro foi levado para São Paulo, onde passará pelo procedimento, que custará R$ 650. O laudo deve levar de 20 a 30 dias para ficar pronto. 


Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
Rhaldney Santos entrevista o empreendedor digital Harry Thorpe, criador da plataforma Miauu
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco