Pernambuco.com
Pernambuco.com
Ação Projeto em São Bento do Una começa a recolher cães de rua A iniciativa conta com apoio da prefeitura do município e do Exército Brasileiro

Por: Pernambuco.com - Redação

Publicado em: 16/10/2015 09:17 Atualizado em: 16/10/2015 09:37

Os cães recolhidos são levados para o Canil Municipal, onde são higienizados e alimentados com acompanhamento veterinário. Foto: Divulgação
Os cães recolhidos são levados para o Canil Municipal, onde são higienizados e alimentados com acompanhamento veterinário. Foto: Divulgação

Teve inicio no último sábado, 10 de outubro, a primeira etapa do projeto "Por um Cãozinho Feliz" com o recolhimento dos cães que ocupam as ruas de São Bento do Una. A ação conta com apoio dos agentes de endemias da prefeitura do município, do Exército Brasileiro, dos Desbravadores Pérolas Preciosas e de voluntários do projeto, que é coordenado pela empresária Daniele Almeida.

"A intenção inicial do projeto era só capturar e castrar só os machos e depois serem marcados e liberados. Mas além dos machos capturamos fêmeas e filhotes e agora estamos estudando a possibilidade, de forma legal, de manter esses cachorros. Mas pra isso precisamos muito da ajuda da população", explica Daniele.

Durante toda essa semana terá continuidade a captura dos animais. Os cães recolhidos são levados para o Canil Municipal, onde são higienizados e alimentados com acompanhamento veterinário. Para isso, o projeto precisa de doações. Quem estiver interessado em colaborar pode encaminhar sua doação para a Granja Almeida ou para o Canil Municipal. Já foram capturados 160 cães, sendo 22 filhotes que depois de tratados serão liberados para adoção.

A castração será no próximo domingo, 18 de outubro, a partir das 7h e deve se estender até o fim da tarde. Por se tratar de um procedimento mais simples, os machos serão castrados primeiro. A operação será conduzida por uma equipe de veterinários, professores e alunos da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Em relação as fêmeas, maioria entre os capturados, os equipamentos necessários para a esterilização ainda estão sendo providenciados, já que os custos são mais altos e o tempo de recuperação é maior.

"Participando desta questão de maneira legal, técnica e ética, esperamos contribuir, através de exemplo, com uma boa forma de educar a comunidade e acreditamos dar um grande passo na solução de problemas urbanos envolvendo o descontrole populacional de animais de estimação" acrescenta Daniele Almeida. Quem quiser mais informações, pode ligar para o telefone (81) 9-9229-4929 ou enviar um email para porumcaozinhofeliz@gmail.com.


Resumo da semana: acidente em Boa Viagem, aulas liberadas e reinauguração do Geraldão
Ministério da Saúde autoriza volta parcial da torcida na Série A
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #101 Actina e Miosina
Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco