Pernambuco.com
Pernambuco.com
Casal Cão Xerife acha caminho de volta sozinho e reencontra Olívia Paixão entre vira-lata e cadela adotada é famosa em bairro de Belo Horizonte

Por: Estado de Minas

Publicado em: 05/06/2015 10:40 Atualizado em: 05/06/2015 10:48

Cão encontrou sozinho o caminho de volta até sua amada. Foto: Edésio Ferreira/EM/D.A.Press
Cão encontrou sozinho o caminho de volta até sua amada. Foto: Edésio Ferreira/EM/D.A.Press

Xerife, o vira-latas mais famoso do Bairro Prado, não está mais desaparecido. E apesar de toda a mobilização nas redes sociais de pessoas que procuravam pelo cão 'perdido', ele não foi encontrado por ninguém: achou sozinho o caminho de volta para sua amada, a cadela Olívia Palito, com quem teve 10 filhotinhos em maio.
“Ele acabou de chegar e vamos colocar ele para dentro. Ele está um pouco receoso, com medo de entrar, mas já reencontrou a Olívia e estava aos saltos com ela aqui”, contou Tatiana Azeredo, a dona de Olivia e moradora da casa na Rua Turquesa que é palco da história de amor dos dois cães.

Xerife, que também é chamado de Lorde Voldemort, sumiu no sábado passado quando fugiu do táxi-dog que o conduzia a uma clínica para castração. “Ele havia sido adotado por uma pessoa de Juiz de Fora que conhecia um veterinário no Bairro Cidade Nova. Ela pediu o táxi-dog para levá-lo até lá, mas chegando ele escapou”, narrou Tatiana, que ao saber do sumiço do cão foi até o Cidade Nova tentar encontrá-lo. “Com certeza ficamos mais perdidos lá que ele”. O cão percorreu pelo menos oito quilômetros desde sábado para voltar para sua amada.

Depois do reencontro emocionante, Tatiana está avaliando a possibilidade de ficar com Xerife e unir o casal. “Tenho que ver com meu pai, pois eu moro em Brasília e estou aqui de licença. Mas vamos tentar adotar ele, pensamos em chamar um adestrador para ele se dar bem com o Kurt Cobain”, explicou Tatiana. O cão de Tatiana, batizado em homenagem ao líder do Nirvana, nunca se entendeu com Xerife. O atrito entre os dois é a principal razão para ele ainda não ter sido adotado.




Teatro do Parque: a volta à vida de um gigante centenário
Enem para todos com o professor Fernandinho Beltrão ##275 Mono e dicotiledôneas
Rhaldney Santos entrevista Dr Dimas Antunes
Argentina chora perda de Maradona
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco