Pernambuco.com
Pernambuco.com
Ameaça Cães de Johnny Depp podem sofrer eutanásia Depp, Boo e Pistol têm 50 horas para deixar a Austrália

Por: Juliana Freire

Publicado em: 14/05/2015 16:08 Atualizado em: 14/05/2015 18:03

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os cães da raça Yorkshire Terrier, Boo e Pistol, do ator Johnny Depp e de sua esposa, a atriz Amber Heard, têm 50 horas para deixar a Austrália e voltar para os Estados Unidos, ou poderão ser mortos.

O prazo foi definido pelo ministro da Agricultura da Austrália, Barnaby Joyce. O ministro alega ter provas de que o ator entrou com os cães Boo e Pistol sem passar pelo processo de normal de imigração de animais.

Os animais foram vistos em um pet shop local e imagens aéreas também confirmam a presença dos Yorkshires na casa em que o ator está hospedado.

A Austrália é um dos países mais rígidos do mundo no que se refere a imigração de animais. No caso do ator, Boo e Pistol, eles podem até ter entrado legalmente no país, mas deveriam ter passado por um processo, iniciado 45 dias antes da viagem, que incluem comprovação de boa saúde, vacinação. Além disso, os cachorros devem ser analisados por um veterinário do governo australiano 5 dias antes da viagem. Ao chegar no destino, os bichinhos têm que ficar de quarentena, dependendo do país de origem.

As leis de imigração de animais valem tanto para os que chegam por voo comercial, quanto por aviões privados.

Ídolo do Santa Cruz, Danny Morais se despede dos gramados
Resumo da semana: vacinas estragadas, Bolsonaro descarta confinamento e o caso Henry
Quem era Príncipe Philip? As curiosidades sobre o marido da rainha Elizabeth II
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 09/04
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco