Pernambuco.com
Pernambuco.com
Radar Pesquisa afirma que cachorros identificam desonestidade das pessoas Próxima etapa do estudo é analisar o mesmo efeito em lobos

Por: Mike Torres - Diario de Pernambuco

Publicado em: 31/03/2015 12:54 Atualizado em:

Cachorros conseguem perceber a desonestidade das pessoas, segundo pesquisa. Foto: Domínio público
Cachorros conseguem perceber a desonestidade das pessoas, segundo pesquisa. Foto: Domínio público

Um trabalho realizado pela equipe do cientista Akiko Takaoka, da Universidade de Kyoto, no Japão, constatou que os cachorros tem um fator a mais para ratificar sua já conhecida inteligência. Eles são capazes de identificar quando uma pessoa não merece sua confiança. Ao perceberem esse traço de personalidade, os cachorros deixam de seguir as ordens dadas.

Takaoka utilizou 34 cães em suas experiências, durante três rodadas de testes. Estes consistiram em uma pessoa apontar, na primeira rodada, para uma vasilha coberta que continha comida. Na segunda, a vasilha estava vazia. Então, na terceira, os cachorros já não confiavam mais nas indicações, e se recusavam a ir até o recipiente. O cientista afirma que esse resultado sugere que os cães se baseiam em experiências prévias de confiança.

A próxima etapa da pesquisa é realizar os mesmos experiementos com espécies próximas ao cachorro, como os lobos. O objetivo é descobrir os efeitos que a domesticação exerce na inteligência canina.


Convivendo com HIV e Aids: 40 anos depois, o estigma persiste
Resumo da semana: repercussão das eleições, gastos parlamentares e receio de novo lockdown
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 04/12
Entrevista com o governador Paulo Câmara
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco