Pernambuco.com
Pernambuco.com
Instinto Cadela enterra seus nove filhotes para protegê-los de incêndio Eles foram encontrados embaixo de um container por um grupo de proteção aos animais do Chile

Por: Juliana Freire

Publicado em: 18/03/2015 19:16 Atualizado em: 19/03/2015 17:35

O corpo de bombeiros foi responsável pelo resgate dos animais. Foto: Telemundo/Reprodução
O corpo de bombeiros foi responsável pelo resgate dos animais. Foto: Telemundo/Reprodução
Independente da espécie, muitos sabem que uma mãe é capaz de tomar qualquer atitude para proteger seus filhos. Um exemplo disso aconteceu na cidade chilena de Valparaíso. A cadela de raça indefinida Negrita enterrou seus nove filhotes embaixo de um container para tentar salvá-los de um incêndio florestal e se escondeu numa casa próxima ao local. Após o desastre, alguns moradores perceberam a movimentação da cachorra e acharam que ela poderia ter enterrado os filhotes. Os bombeiros foram acionados para resgatar os bichinhos.

A cadela e seus filhotes estão abrigados em uma organização animal local. Foto: Telemundo/Reprodução
A cadela e seus filhotes estão abrigados em uma organização animal local. Foto: Telemundo/Reprodução
De acordo com a professora de clínicas médicas de caninos e felinos da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) Roseana Diniz, duas conclusões podem ser feitas a respeito da atitude de Negrita. "Os filhotes poderiam já estar lá no buraco, onde a cadela pariu. Isso é um costume dos lobos, seus ancestrais. A loca é um ambiente seguro para os filhotes ficarem por ser escuro, úmido e escondido", explica a especialista.

Outra versão pode ter sido uma forma de associação mental feita por Negrita. "Os cães têm o hábito de enterrar a comida para conservá-la, porque sabem que a terra tem uma temperatura mais fria. A cachorra pode ter feito uma associação com o lugar mais frio e seguro para o seu alimento como apropriado para proteger durante o incêndio. Todos esses comportamentos vêm do instinto de proteção ou de costumes ancestrais", finaliza.

A família sobrevivente está abrigada em uma organização animal local, onde receberam doações dos moradores, que já mostram interesse em adotar os filhotes e a mãe.

Rhaldney Santos entrevista advogada Rafaella Simonetti do Valle
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
Rhaldney Santos entrevista o empreendedor digital Harry Thorpe, criador da plataforma Miauu
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco