Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CONGRESSO

Senadores cobram investigação por ameaça de morte a jornalista

Publicado em: 06/06/2022 17:30

 (crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado)
crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado
Senadores se pronunciaram nas redes sociais sobre as ameaças de morte direcionadas ao jornalista Lucas Neiva, do Congresso em Foco, e cobraram uma investigação do caso.

O repórter Lucas Neiva, do site especializado em política Congresso em foco, foi ameaçado de morte após a publicação de uma reportagem que denuncia um esquema de produção de fake news com o intuito de beneficiar o presidente Jair Bolsonaro (PL). A matéria, feita pelo jornalista, foi publicada no sábado (4).

O presidente da Comissão de Direitos Humanos (CDH), o senador Humberto Costa (PT-PE), disse que recebeu a notícia com muita “indignação e consternação”. Em nota, ele garantiu que o colegiado tomará as providências necessárias para que o crime seja esclarecido.

“É fundamental que estas ações sejam amplamente investigadas. Esses criminosos não calarão as vozes daqueles que diuturnamente trabalham para nos trazer informação e conhecimento; esses criminosos não cercearão a imprensa brasileira; esses criminosos não rasgarão a Constituição Federal. A democracia não ficará a mercê de pessoas sem caráter que trabalham para espalhar o caos”, afirma em nota divulgada à imprensa.
 
Os senadores Jean Paul Prates (PT-RN) e Fabiano Contarato (PT-ES) também corroboraram com o pedido pela urgência nas investigações. Para eles, a liberdade de expressão e o livre exercício da imprensa são fundamentais em uma democracia. Na avaliação dos parlamentares, o Estado e a sociedade devem assegurar esse princípio constitucional.

“As autoridades policiais e judiciárias precisam punir com celeridade mais um ataque criminoso da extrema-direita bolsonarista contra o jornalismo. Solidariedade ao jornalista Lucas Neiva e ao Congresso em Foco, para os quais nosso mandato está à disposição. É dever do Senado reagir em defesa da imprensa e da democracia, e o começo pode ser aprovando meu projeto de lei (PL 4.522/2020) que criminaliza hostilidade contra profissionais da imprensa. A proposta garante pena mais dura para quem atacar jornalistas”, defendeu Contarato.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) também falou sobre o caso. “O que esperar de um bando de criminosos, milicianos e corruptos? O Lucas Neiva descobriu e divulgou um grande esquema de fake news pró-Bolsonaro e, por isso, recebeu ameaças de morte. São uns bandidos que têm que sair da presidência direto para a cadeia.”

Sindicato dos Jornalistas cobram investigação sobre o caso

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do DF e a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) também se pronunciaram em nota, cobrando uma investigação "rápida e precisa".

Confira a nota na íntegra:

"Esperamos que a investigação policial sobre o caso seja rápida e precisa, para que os responsáveis pelas ameaças e ataques possam ser identificados e devidamente processados nos termos legais.

Sabemos que essas manifestações encontram respaldo nas declarações do próprio presidente da República e de outras figuras públicas, que, ao longo dos últimos anos, tentaram constranger e calar os/as jornalistas.


Na ausência da devida ação do Ministério Público e dos tribunais, observamos uma escalada nessa movimentação antidemocrática.

Os sindicatos e a Federação seguem denunciando tamanha violência, nacional e internacionalmente, e também se colocam à disposição dos colegas para a devida assistência jurídica.

Lutaremos sempre pelo livre exercício do jornalismo e pela integridade da nossa categoria."
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Última Volta: GP da Grã Bretanha de F1 2022
Toalhas de Lula e Bolsonaro movimentam o comércio e dão o tom das eleições
Desemprego cai a 9,8% entre março e maio no Brasil
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado federal Daniel Coelho e com a Dra. Magda Maruza
Grupo Diario de Pernambuco