Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

PANDEMIA

Confusão em zonas da Inglaterra afetadas por variante indiana do coronavírus

Por: AFP

Publicado em: 25/05/2021 10:00

 (Foto: Tolga Akmen/AFP)
Foto: Tolga Akmen/AFP
O governo britânico foi duramente criticado nesta terça-feira (25) por publicar, discretamente e sem anunciá-las, novas diretrizes que desaconselham as viagens não essenciais para oito áreas da Inglaterra afetadas por surtos da variante indiana do coronavírus.

Publicadas na sexta-feira (21) no site oficial do Executivo, essas diretrizes também desaconselham, mas não proíbem, as reuniões em locais fechados nessas áreas do norte e do centro da Inglaterra, assim como no bairro londrino de Hounslow.

As autoridades locais denunciaram ter tomado conhecimento, de forma repentina, destas mudanças, sobre as quais nem elas, nem a população, foram informadas.

"Não fui informada, nem ninguém em Bolton, pelo que entendi", disse Yasmin Qureshi, deputada trabalhista por esta circunscrição perto de Manchester, uma das mais afetadas pela nova variante.

"Estou chocada. Fazem uma mudança de tamanha importância e nem mesmo têm a decência de nos dizer", acrescentou ela, acusando o Executivo do premiê Boris Johnson de "incompetência".

A prefeita de West Yorkshire, Tracy Brabin, pediu "esclarecimentos urgentes" do governo, dizendo que as recomendações podem "causar ansiedade e confusão" entre os residentes.

Já Dominic Harrison, diretor de saúde pública de Blackburn e Darwen, no noroeste do país, pediu para ver a avaliação de risco, na qual estas medidas se baseiam: "ainda não nos foi fornecida", denunciou no Twitter.

"O primeiro-ministro já disse que é preciso aumentar os cuidados, em certos aspectos, em relação à variante indiana", respondeu a ministra do Emprego e Pensões, Therese Coffey, entrevistada no Sky News. Ela se mostrou "surpresa" com as reações.

O Executivo de Johnson foi duramente criticado em abril por ter demorado a impor restrições às viagens de e para a Índia, para onde o primeiro-ministro pretendia fazer uma importante visita diplomática. A viagem acabou sendo cancelada, devido à grave deterioração do quadro de saúde naquele país.

País mais afetado da Europa, com quase 128.000 mortes por covid-19, o Reino Unido viu sua situação de saúde melhorar notavelmente, após um longo confinamento no inverno (verão no Brasil) e uma campanha de vacinação em massa.

Os surtos da variante indiana podem pôr em risco, porém, o levantamento das últimas restrições na Inglaterra, previsto para 21 de junho.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Diabetes: saiba como evitar e controlar antes que seja tarde
Manhã na Clube: entrevistas com Túlio Gadêlha, Beatriz Paulinelli e Guilherme Maia
Advogado de enfermeira afirma que Maradona foi morto
Manhã na Clube: entrevistas com Décio Padilha, Adriana Barros e Roseana Diniz
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco