Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CONFLITO

Taiwan acusa China de tentar atrair o Paraguai com a "diplomacia da vacina"

Por: AFP

Publicado em: 07/04/2021 11:40

 (Foto: AFP)
Foto: AFP
Taiwan acusou nesta quarta-feira (7) a China de tentar atrair o Paraguai para mudar seu reconhecimento diplomático sobre a ilha em troca de vacinas contra o coronavírus.

O Paraguai é um dos 15 países que reconhecem oficialmente o governo de Taipé ante Pequim, que considera Taiwan parte do território chinês.

Pequim aumentou a pressão sobre Taiwan desde a eleição em 2016 da presidente Tsai Ing-wen, que rejeita que a ilha integre a China.

Desde então, o governo chinês conseguiu mudar a posição de sete aliados oficiais de Taiwan, incluindo Panamá, El Salvador e República Dominicana.

Nesta quarta-feira (7), o ministro das Relações Exteriores de Taiwan disse que a China estava tentando cortejar o Paraguai com a promessa de vacinas, em um momento de protestos contra o governo de Assunção pela gestão da pandemia.

As mortes aumentaram nas últimas semanas e protestos foram registrados contra o governo, incluindo uma tentativa frustrada de destituir Abdo Benítez em março.

O presidente atribui o atraso na vacinação a problemas do mecanismo Covax, apoiado pela OMS, que tem o objetivo de garantir acesso às vacinas aos países com menos recursos.

O Paraguai recebeu até o momento, além de 36 mil doses da AstraZeneca do dispositivo Covax, 4 mil doses da vacina russa Sputnik V e 20 mil da chinesa Coronavac doadas pelo Chile.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Família Floyd volta a respirar: policial é condenado pela morte de homem negro
Posse e compra de armas de fogo geram polêmica entre autoridades e população
Liberdade de imprensa piora no Brasil de Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 20/04
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco