Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

PANDEMIA

Papa apoia brasileiros em 'uma das provas mais difíceis de sua história'

Por: AFP

Publicado em: 15/04/2021 14:29

 (Foto: Handout / VATICAN MEDIA / AFP)
Foto: Handout / VATICAN MEDIA / AFP
O papa Francisco manifestou nesta quinta-feira (15) sua aproximação com todos os brasileiros, ricos e pobres, jovens e idosos,  que enfrentam "uma das provas mais difíceis de sua história" pela pandemia de coronavírus.

Em uma mensagem gravada, enviada aos participantes da Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que reúne por vídeoconferência 485 bispos, o papa argentino falou da dor e do sofrimento que abala o país devido à morte de milhares de brasileiros.

"Jovens e idosos, pais e mães, médicos e voluntários, ministros sagrados, ricos e pobres: a pandemia não excluiu ninguém em seu rastro de sofrimento", disse o papa. 

Desde o início da pandemia, o coronavírus deixou mais de 360.000 mortes no Brasil.

Nas últimas semanas, a crise de saúde se agravou ao ponto de deixar 66.000 vítimas do vírus só no mês de março e uma média de 3.000 mortes diárias na última semana. 

O papa convidou os bispos a acompanharem o povo que sofre e a darem "consolo aos corações em luto pelos familiares, que muitas vezes não puderam nem mesmo se despedir de seus entes queridos", disse.

"A caridade nos incita a chorar com os que choram e a estender a mão, principalmente aos mais necessitados, para que voltem a sorrir", acrescentou.

Francisco pediu à igreja para deixar "suas divisões e desacordos" e ser "exemplo de unidade" para superar não só o coronavírus, mas também "os outros vírus que infectam a humanidade".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Air France e Airbus serão julgadas pelo voo 447 Rio-Paris
Manhã na Clube com Rhaldney Santos -  12/05
Anvisa recomenda suspender vacinação da AstraZeneca para grávidas
Anticorpos contra Covid-19 permanecem no sangue por pelo menos oito meses
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco