Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

VACINA

Chile afirma que Coronavac tem eficácia de 80% para evitar mortes

Por: AFP

Publicado em: 16/04/2021 13:22

 (O país já aplicou pelo menos uma dose do imunizante em 7,6 milhões de pessoas. Foto: AFP PHOTO /BYLINE)
O país já aplicou pelo menos uma dose do imunizante em 7,6 milhões de pessoas. Foto: AFP PHOTO /BYLINE
A vacina chinesa Coronavac registrou uma eficácia de 67% para prevenir casos sintomáticos de coronavírus, e de 80%, para evitar as mortes - aponta o primeiro estudo oficial apresentado pelo governo do Chile, após dois meses de vacinação em massa no país.

"Estes números devem transmitir tranquilidade ao país", afirmou nesta sexta-feira o ministro da Saúde, Enrique Paris, ao apresentar os resultados do estudo realizado entre 2 de fevereiro e 1º de abril.

O estudo também mostra uma eficácia de 85% para prevenir uma hospitalização derivada de um caso grave de coronavírus e de 89% para evitar a internação em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

O Chile é um dos países do mundo com o processo de vacinação mais acelerado. O país já aplicou pelo menos uma dose do imunizante em 7,6 milhões de pessoas. Mais de cinco milhões receberam duas doses.

O objetivo das autoridades é vacinar 80% da população chilena, ou seja, 15,2 milhões de pessoas. Até o momento, 33,7% dos chilenos receberam as duas doses.

Dos vacinados, 90,7% receberam a vacina Coronavac, do laboratório chinês Sinovac, enquanto pouco mais de 9% receberam a vacina Pfizer/BioNtech.

O processo de vacinação no Chile começou em 24 de dezembro com os profissionais da saúde. No início de fevereiro, a campanha geral teve início, em um primeiro momento com as pessoas de mais de 90 anos e depois com a redução progressiva da faixa etária.

Esta semana estão sendo vacinadas as pessoas com 49 e 48 anos.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Imunização para gestantes começa a ser liberada, mas ainda gera dúvidas
Resumo da semana: briga por terceira via em 2022, adeus a Paulo Gustavo e vacinação de gestantes
ONU pede  investigação independente sobre chacina no Rio
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 07/05
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco