Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

IMUNIZANTE

Hungria autoriza segunda vacina chinesa contra a Covid-19

Por: AFP

Publicado em: 22/03/2021 15:04

 (Foto: MOHAMMED ABED / AFP)
Foto: MOHAMMED ABED / AFP
A Hungria autorizou uma segunda vacina chinesa ainda não aprovada pelo regulador europeu, informou nesta segunda-feira a diretora-geral de Saúde, Cecilia Muller.

"Nos últimos dias, o Instituto Nacional de Farmácia (OGYEI) validou" o produto desenvolvido pela empresa chinesa CanSino Biologics, comercializado como "Convidecia", disse Muller.

Esta vacina recebeu uma autorização condicional de Pequim no mês passado, o que permitiu sua distribuição emergencial.

O imunizante se soma ao do laboratório chinês Sinopharm, que a Hungria se tornou o primeiro país da União Europeia (UE) a utilizar em fevereiro, assim como foi o caso da vacina russa Sputnik V.

Muller também mencionou a autorização dada à Covishield, versão da vacina do laboratório anglo-sueco AstraZeneca que é fabricada na Índia.

O primeiro-ministro Viktor Orban criticou o procedimento de validação e compra de vacinas da UE, que ele considera muito lento.

Para acelerar esse processo, seu governo assinou em janeiro um decreto que permite a aprovação de qualquer vacina que já tenha sido inoculada em mais de um milhão de pessoas ou aprovada em outro país "confiável".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 16/04
Carta aberta pede quebra de patentes de vacinas de Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco