Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

COMEMORAÇÃO

Grécia celebra bicentenário de sua independência junto a aliados

Por: AFP

Publicado em: 25/03/2021 11:53

 (Foto: POOL / AFP)
Foto: POOL / AFP
A Grécia celebrou nesta quinta-feira (25) o bicentenário de sua guerra da independência do Império Otomano, na presença de dignitários estrangeiros, apesar da pandemia ter privado o público das festividades.

"Hoje, a nação está em festa", expressou o primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, enquanto a bandeira azul e branca balançava solenemente sobre a rocha sagrada da Acrópole.

Em frente ao Parlamento, a praça da Constituição (Sintagma) em Atenas foi coberta com 200 bandeiras, diante das quais desfilaram os emblemáticos Evzones da guarda presidencial, em saias brancas plissadas, seguidos por todos os corpos das Forças Armadas gregas, artilharia e tanques.

O dia 25 de março, feriado nacional, marca o início da insurreição em 1821 que levou à independência da Grécia do Império Otomano nove anos mais tarde.

"Há dois séculos, um grupo de combatentes decididos na Grécia e no exterior ergueu a bandeira da independência (...) com a ajuda de seus aliados. Eles lutaram heroicamente e conquistaram sua liberdade", destacou Mitsotakis em frente à Acrópole, sobrevoada pelos aviões Rafale francês, F-16 americano e Mirage e helicópteros do Exército grego.

Vinte e um disparos de canhão lançados da colina Licabeto ecoaram, antes do desfile de crianças pulando e soldados a cavalo, ou erguendo relíquias históricas, todos vestidos com trajes tradicionais daquela época, ou das ilhas gregas.

Mais de 4 mil policiais, drones e atiradores foram enviados para garantir a segurança das celebrações, segundo uma fonte policial. O público não foi autorizado a estar nas ruas, ou a assistir ao desfile militar, devido ao confinamento pela pandemia de Covid-19, em vigor há quase cinco meses na Grécia.

Para os 200 anos da Revolução grega, as festividades aconteceram na presença de autoridades do Reino Unido, Rússia e França, as três grandes potências que ajudaram a Grécia a se tornar um Estado soberano.

O primeiro-ministro russo, Mikhail Michustin, o príncipe Charles herdeiro do trono da Inglaterra, o presidente do Chipre, Nicos Anastasiades, e a ministra francesa dos Exércitos, Françoise Parly, depositaram flores no Túmulo do Soldado Desconhecido, na presença da presidente grega, Katerina Sakellaropoulou.

O presidente dos EUA, Joe Biden, e seu homólogo francês Emmanuel Macron, que lamentou não estar presente devido à pandemia, enviaram mensagens de felicitações. "A Grécia é um aliado crucial da Aliança Atlântica (OTAN) e um amigo próximo dos Estados Unidos", disse Biden em uma carta à presidente grega.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
A Justiça está realmente cuidando das crianças no centro de disputas familiares?
Cacique Raoni pede ao presidente dos EUA que ignore Jair Bolsonaro
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 16/04
Carta aberta pede quebra de patentes de vacinas de Covid-19
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco