Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

POSICIONAMENTO

EUA critica OMS por 'fracasso' no enfrentamento da pandemia

Por: AFP

Publicado em: 18/05/2020 17:03

 (Foto: Karen Bleier/AFP	)
Foto: Karen Bleier/AFP
Os Estados Unidos criticaram veementemente o "fracasso" da OMS no enfrentamento da pandemia do novo coronavírus nesta segunda-feira (18), durante a reunião anual da organização, na qual os Estados-membros solicitaram uma "avaliação" da resposta internacional. 

Na primeira Assembleia Mundial da Saúde (AMS) realizada por videoconferência, os países também decidiram adiar os debates sobre a participação de Taiwan como observador, uma reivindicação dos Estados Unidos e outras quinze nações. 

Taipé já ocupou esta posição por um tempo, mas foi excluída da OMS em 2016, com a chegada ao poder da presidente Tsai Ing-wen, que se recusa a reconhecer o princípio da unidade da ilha e da China continental dentro do mesmo país. 

O adiamento dos debates foi aceito nesta segunda-feira sem oposição dos Estados Unidos, mas logo depois o chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, condenou a "exclusão" de Taiwan e denunciou a "falta de independência do diretor-geral" da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a quem acusou de ter decidido" não convidar Taiwan sob pressão da República Popular da China".

Washington acusa Pequim de ocultar o alcance da epidemia e culpa a OMS por errar ao administrar a crise, seguindo a posição chinesa. Por isso, o presidente Donald Trump suspendeu a contribuição financeira para a instituição. 

Durante a reunião da OMS, seu secretário de Saúde, Alex Azar, garantiu que o "fracasso" da OMS diante da pandemia de Covid-19 custou "muitas vidas" e exigiu que a organização seja "transparente" e se explique.

Por outro lado, a maioria dos participantes da reunião elogiou o desempenho da OMS e de seu diretor, mas reconhecer que a agência precisa se fortalecer.

- "Tragédia" -
No início da reunião, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, criticou os países que "ignoraram as recomendações da OMS" e considerou que o mundo pagaria um "alto preço" pela execução de estratégias divergentes.   

"Como consequência, o vírus se espalhou pelo mundo e agora está se encaminhando para os países do sul, onde pode causar efeitos ainda mais devastadores", acrescentou. Um "enorme esforço multilateral" é necessário diante dessa "tragédia". "Espero que a busca por uma vacina possa ser o ponto de partida", concluiu.

O presidente chinês, Xi Jinping, garantiu que uma possível vacina chinesa se tornaria um "bem público mundial" e prometeu um investimento de US $ 2 bilhões em dois anos para a lutar contra a Covid-19. O presidente francês, Emmanuel Macron, também afirmou que, se a vacina fosse encontrada, seria "um bem público mundial, ao qual todos deveriam ter acesso".

- Avaliação independente -
Apesar das fortes críticas dos Estados Unidos à OMS e à China, os países esperam aprovar uma resolução, promovida pela União Europeia, que pede "acesso universal, rápido e igual a todos os meios (...) necessários para reagir contra a pandemia". 

O texto também considerou que uma "vacina em grande escala contra a Covid-19, deve ser um bem público global". 

Também requer o lançamento "o mais rápido possível[...]de um processo de avaliação" da resposta internacional em saúde e as medidas tomadas pela OMS contra a pandemia.

Se a resolução for adotada, "a OMS será o primeiro fórum mundial a concordar em unanimidade com um texto", disse uma fonte diplomática europeia. 

Nesta segunda-feira, o diretor da OMS reiterou que a instituição "acionou o alarme rapidamente". 

Ainda assim, disse que lançará "uma avaliação independente o mais rápido possível, no momento apropriado para revisar as experiências e lições aprendidas e fazer recomendações com o objetivo de melhorar a preparação nos níveis nacional e global".
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Irmão de George Floyd pede à população: votem!
Polícia Federal apreende drogas enviadas por encomenda
02/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
01/06: Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco