Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

CORONAVÍRUS

Interrompido apenas pela Segunda Guerra Mundial, Wimbledon cancela torneio em 2020

Por: FolhaPress

Publicado em: 01/04/2020 16:07 | Atualizado em: 01/04/2020 16:09

 (Foto: Daniel LEAL-OLIVAS / AFP)
Foto: Daniel LEAL-OLIVAS / AFP

A organização de Wimbledon informou nesta quarta-feira (1°) que, por conta da pandemia do coronavírus, o torneio não acontecerá em 2020 e só voltará a ser disputado no ano que vem.

Em nota, o Grand Slam britânico afirmou que as restrições impostas pelo governo inglês para conter a pandemia, como aglomeração de pessoas e locomoção, aliadas à probabilidade de que essas medidas se estendam por mais alguns meses, fez com que os organizadores do torneio de tênis cancelassem o evento este ano.

"Nossa prioridade é a saúde e a segurança de todos que juntos fazem Wimbledon acontecer -o público no Reino Unido e visitantes de todo o mundo, nossos atletas, convidados, estafe, voluntários, parceiros, contratantes e residentes locais- assim como a nossa responsabilidade para os esforços da sociedade no combate que este desafio global impõe ao nosso modo de viver", diz trecho do texto publicado nesta quarta.

A 134ª edição do torneio, um dos quatro principais do circuito do tênis, começaria no dia 29 de junho. Com o cancelamento deste ano, a competição acontecerá entre 29 de junho e 11 de julho de 2021.

Evento mais tradicional da modalidade, Wimbledon é disputado desde 1877 no masculino e 1884 no feminino. A competição só foi interrompida durante as duas grandes guerras (1914 a 1918 e 1939 a 1945).

Com o cancelamento, a romena Simona Halep, 28, e o sérvio Novak Djokovic, 32, permanecerão como atuais campeões do torneio por mais um ano.

"Pesou bastante em nossas mentes que a organização do campeonato tenha sido interrompida apenas anteriormente pelas Guerras Mundiais, mas, após uma análise exaustiva e abrangente de todos os cenários, acreditamos que é uma medida necessária e correta em meio a essa crise global. A partir de agora, vamos nos concentrar em como podemos usar a amplitude dos recursos de Wimbledon para ajudar aqueles que mais precisam em nossas comunidades locais e também além delas", disse Ian Hewitt, presidente do All England Lawn Tennis Club, sede do torneio.

Na esteira do anúncio dos organizadores de Wimbledon, a ATP (Associação de Tenistas Profissionais) e a WTA (Associação de Tênis Feminino) também anunciaram o cancelamento de todo o circuito de grama até o dia 13 de julho deste ano.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Segundo turno em PE: João Campos é eleito prefeito do Recife
Polícia Federal caça responsáveis por tentativa de ataque ao sistema do TSE
Apesar de empate em pesquisas, João Campos confia em vitória
Marília Arraes tem agenda intensa no dia que decide a eleição no Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco