Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

ESTRATÉGIA

'Não vou fazer nada precipitado ou apressado', diz Trump sobre encerrar medidas de isolamento

Publicado em: 25/03/2020 21:33

 (Foto: Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)
Foto: Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (25) que não deve se precipitar para encerrar as medidas de isolamento tomadas por causa do contágio do novo coronavírus, que já atinge quase a metade do país. “Não vou fazer nada precipitado ou apressado”, disse o presidente norte-americano. E completou: “Eu não faço isso.”
 
A declaração de Trump significa que o governo norte-americano deve repensar a estratégia de combate ao vírus após o fim dos 15 dias de isolamento. Ele ressaltou ainda que, mesmo com o retorno às atividades, ainda seria mantido o distanciamento social. "Ninguém vai sair por aí nos escritórios se beijando ou abraçando, mesmo que sintam vontade."
 
O presidente norte-americano deve assinar um alívio fiscal como resposta aos efeitos econômicos da pandemia assim que o documento chegar a suas mãos. Ele afirma, ainda, que não há problemas em voltar a pedir dinheiro para o Congresso. Senadores e a Casa Branca chegaram a um acordo sobre um plano federal de estímulos de US$ 2 trilhões para aliviar as consequências da pandemia sobre a economia do país. O pacote acordado deve auxiliar trabalhadores, empresas e o sistema de saúde.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Convivendo com HIV e Aids: 40 anos depois, o estigma persiste
Resumo da semana: repercussão das eleições, gastos parlamentares e receio de novo lockdown
Manhã na Clube com Rhaldney Santos - 04/12
Entrevista com o governador Paulo Câmara
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco