Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Mundo

ESTRATÉGIA

'Não vou fazer nada precipitado ou apressado', diz Trump sobre encerrar medidas de isolamento

Publicado em: 25/03/2020 21:33

 (Foto: Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)
Foto: Drew Angerer / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quarta-feira (25) que não deve se precipitar para encerrar as medidas de isolamento tomadas por causa do contágio do novo coronavírus, que já atinge quase a metade do país. “Não vou fazer nada precipitado ou apressado”, disse o presidente norte-americano. E completou: “Eu não faço isso.”
 
A declaração de Trump significa que o governo norte-americano deve repensar a estratégia de combate ao vírus após o fim dos 15 dias de isolamento. Ele ressaltou ainda que, mesmo com o retorno às atividades, ainda seria mantido o distanciamento social. "Ninguém vai sair por aí nos escritórios se beijando ou abraçando, mesmo que sintam vontade."
 
O presidente norte-americano deve assinar um alívio fiscal como resposta aos efeitos econômicos da pandemia assim que o documento chegar a suas mãos. Ele afirma, ainda, que não há problemas em voltar a pedir dinheiro para o Congresso. Senadores e a Casa Branca chegaram a um acordo sobre um plano federal de estímulos de US$ 2 trilhões para aliviar as consequências da pandemia sobre a economia do país. O pacote acordado deve auxiliar trabalhadores, empresas e o sistema de saúde.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Mais lidas

mais lidas

De 1 a 5: discos da música brasileira para ouvir na quarentena
Barrados na quarentena   o drama de quem não pode ficar em casa durante a pandemia
Resumo da semana: amor na pandemia, confinamento rastreado e mortes por Covid-19 em Pernambuco
Coronavírus: Como fica a distribuição de merendas na rede municipal do Recife
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco