Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Mundo

SITUAÇÃO

India: colégio pede que alunos usem caixa na cabeça para evitar 'cola'

Publicado em: 22/10/2019 08:47

Alunos usam caixas de papelão na cabeça durante prova na Índia. Foto: Reprodução/Twitter
Alunos usam caixas de papelão na cabeça durante prova na Índia. Foto: Reprodução/Twitter ()
Alunos da escola indiana Bhagat Pre-University College, no estado de Karnataka, foram induzidos a fazer as provas escolares de química com uma caixa de papelão na cabeça. As imagens da sala de aula estão entre os assuntos mais comentados nas redes sociais na segunda-feira (21).

Karnataka: Students were made to wear cardboard boxes during an exam at Bhagat Pre-University College in Haveri, reportedly to stop them from cheating. (16.10.2019) pic.twitter.com/lPR5z0dsUs

— ANI (@ANI) 18 de outubro de 2019

De acordo com MB Satish, um funcionário do colégio, que concedeu entrevista à BBC, a prática foi utilizada para evitar que alunos colassem na prova e que a ideia foi copiada de outra instituição. Mas, eles enfatizaram que nenhum estudante foi obrigado a usar a caixa na cabeça. 

"Ninguém foi obrigado a nada. Você pode ver na foto que alguns estudantes não estavam usando (a caixa na cabeça), disse Satish.

O funcionário do colégio contou que cada aluno levou a própria caixa de papelão de casa, mas que, em razão às críticas, cessaram a prática e lamentaram a utilização do método.

O vice-diretor do Conselho de Educação indiano, SC Peerjade, disse ao jornal Times of India que considera a prática "desumana" e que foi dada uma advertência à direção da escola, além de ele estar avaliando uma “ação disciplinar contra o colégio”, tendo em vista a gravidade da prática usada.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Sobre Vidas: Natanael Ramos e Gil Sormany
Salão de Tóquio: Mitsubishi 2020
Crochê, tricô, bordados e aplicações
Trio de Ferro e Decisão Bonito campeão do Pernambucano A2
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco