Declaração Trump na ONU: 'o futuro pertence aos patriotas, não aos globalistas'

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 24/09/2019 11:24 Atualizado em: 24/09/2019 12:15

Saul Loeb/AFP
Saul Loeb/AFP
Em discurso na Assembleia Geral da ONU, nesta terça-feira (24), o presidente americano, Donald Trump, voltou a atacar a ordem global e defendeu que os "globalistas" nunca triunfarão.

"O futuro não pertence aos patriotas. O futuro pertence aos patriotas", afirmou.

"O futuro pertence à soberania e às nações independentes que protegem seus cidadãos, respeitam seus vizinhos e honram as diferenças que tornam cada país especial e único", completou.

Trump pediu à China que proteja "meios democráticos de vida" em Hong Kong e advertiu que acabou o tempo de tolerar os "abusos" comerciais de Pequim.

Ainda em relação ao comércio, renovou seu compromisso com uma "magnífico acordo" com os britânicos, que se preparam para deixar a União Europeia.

"Estamos trabalhando estreitamente com o primeiro-ministro Boris Johnson em um magnífico acordo comercial", garantiu na ONU.

Em seu pronunciamento, o presidente também alertou para o endurecimento das sanções contra o Irã, tratou do fluxo fronteiriço em suas fronteira e alertou que os EUA acompanham "muito de perto" a situação na Venezuela, entre outros temas.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.