México Para evitar cola, professor coloca caixas nas cabeças dos alunos

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 03/09/2019 16:06 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook
Alunos do Colegio Cobat, em Tlaxcala, no México, tiveram que responder a uma prova de um jeito um pouco inusitado: com caixas na cabeça. A ideia partiu do professor Luis Juárez Texis, que acreditou que a medida seria eficiente para prevenir colas, já que assim eles não conseguiriam olhar para o outro lado. 

A medida causou polêmica, principalmente entre os pais das crianças. Em nota, os responsáveis pedem a demissão do docente e afirmam que o ato se qualifica como vexatório, “de humilhação, de violência física, emocional e psicológica”. E completam comentando que estão “preocupados com a formação acadêmica dos nossos filhos. Desqualificamos este tipo de violência com os jovens da nossa escola.”

A escola também se pronunciou. Em declaração pelo Facebook, o Cobat escreveu que respeita “os direitos humanos e individuais dos mais de mil e quinhentos estudantes que cursam o ensino médio” e que tudo não passou de uma dinâmica escolar “cujo propósito era gerar o desenvolvimento dos sentidos psicomotores dos alunos”, feita com o consentimento de todos.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.