Estados Unidos Mãe diz que filha adotiva de 9 anos é uma adulta sociopata e que tentou matá-la

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 26/09/2019 21:50 Atualizado em:

Foto: Reprodução/Facebook (Foto: Reprodução/Facebook)
Foto: Reprodução/Facebook
Uma história vem chamando a atenção da população norte-americana nos últimos dias. Um casal foi indiciado pela justiça dos Estados Unidos por negligência após abandonar, supostamente, uma criança. Kristine Barnett e seu ex-marido, Michael, adotaram Natalia Grace, que teria 9 anos, e a deixaram em um apartamento antes de irem para o Canadá, em 2013.

O caso vem estampando os noticiários americanos porque, em depoimento, Kristine afirma que Natalia não era uma criança e sim uma adulta de 22 anos. A mãe afirma que a filha adotiva sofre de nanismo e disse ainda, entre outras coisas, que Natalia seria sociopata e teria tentado assassiná-la.

Kristine também conta que a jovem teria tentado machucar outros membros da família que residiam no mesmo local. "Ela escondia facas em nossos sofás. Contava como ia matar todos nós. Colocou produtos químicos em meu café", acusou Kristine ao jornal britânico Daily Mail. 

Qualquer semelhança com o filme 'A Órfã' não é mera coincidência. Afinal, de acordo com os relatos dos pais adotivos, as relações com o longa norte-americano que conta a história de uma criança que é adotada e tenta matar os pais, mas que na verdade possui 33 anos, existem.  

Kristine e Michael dizem ter procurado ajuda de especialistas e que exames teriam apontado que Natalia tinha, pelo menos, 14 anos. 

No ano de 2012, a jovem teria sido internada em uma clínica psiquiátrica depois de, como alega Kristine, a ter empurrado contra uma cerca elétrica. Segundo a mãe, foi nesse período que ela confessou ser mais velha do que parecia. 

A família teria tentado corrigir a idade de Natalia na justiça, o que, segundo eles, foi aceito por uma juíza, que alterou o nascimento da jovem para 1989. Ainda de acordo com Kristine e Michael, após Natalia sair da clínica, eles alugaram um apartamento para a jovem, mas terminaram perdendo o contato.  
 
Sob fiança, Kristine e Michael foram liberados. Este último deve se apresentar no tribunal no final deste mês. Não há informações a respeito do paradeiro de Natalia ou o que teria acontecido com ela.  


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.