central sindical comunista Franceses vão às ruas protestar contra reforma da Previdência

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 24/09/2019 17:14 Atualizado em:

Foto: Arquivo / AFP
Foto: Arquivo / AFP
Milhares de pessoas protestaram nesta terça-feira (24) na França contra um projeto de reforma da Previdência que atualmente está sendo debatido pelo governo de Emmanuel Macron.

Convocados pela central sindical comunista CGT, os manifestantes marcharam por Paris, Marselha e outras cidades, em uma mobilização menor que a de 13 de setembro passado, que impactou particularmente o transporte público.

A reforma que o governo estuda faria 42 sistemas de pensão particulares de alguns funcionários públicos e privados desaparecerem, para serem substituídos por um sistema universal de aposentadoria por pontos, daqui até 2025.

Os convocantes contabilizaram cerca de 150 marchas em todo o país. Em Paris, foram 12.300, segundo contagem da Occurrence para vários meios de comunicação, entre eles a AFP.

Segundo o diretor da CGT, Philippe Martinez, ao todo foram 150.000 manifestantes em toda a França.

O governo de Macron quer que um novo sistema seja aprovado até julho de 2020.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.