Solidariedade Unicef pede 70 milhões de dólares para atender 900.000 crianças na Venezuela

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 20/08/2019 21:35 Atualizado em:

Foto: Unicef/Arquive
Foto: Unicef/Arquive
A Unicef pediu nesta terça-feira 70 milhões de dólares para prestar assistência humanitária fundamental este ano a 900.000 crianças na Venezuela, em meio à crise política e social que atinge o país.

"Para que a Unicef e seus aliados possam atender as necessidades humanitárias fundamentais dos meninos, meninas e famílias do país, é essencial que nas próximas semanas receba estes novos fundos", apontou a organização em um comunicado.

A ajuda imediata dará acesso à água potável a 800.000 pessoas e permitirá vacinar contra o sarampo mais de 1,2 milhão de crianças, segundo o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Ao mesmo tempo, permitirá tratar 7.000 menores por desnutrição, distribuir material educativo a 680.000 crianças e proporcionar assistência de saúde a mais de 170.000 mulheres grávidas e recém-nascidos.

Segundo a diretora-executiva da Unicef, Henrietta Fore, "cerca de 3,2 milhões de meninos e meninas da Venezuela necessitam ajuda humanitária devido ao fato de que as condições em todo o país continuam se deteriorando".

"Estamos intensificando nosso trabalho para ajudar as crianças e as famílias que lutam contra a escassez de alimentos e o acesso limitado a serviços essenciais como o atendimento de saúde, a água potável e a educação", acrescentou Fore.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.