Visita Israel autorizará visita de congressista americana por razão ''humanitária"

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 16/08/2019 08:55 Atualizado em:

Foto: Ahmad Gharabli/AFP
Foto: Ahmad Gharabli/AFP
Israel autorizará a entrada em seu território da congressista democrata americana Rashida Tlaib para uma "visita humanitária", anunciou nesta sexta-feira (16) o ministro do Interior.

As autoridades israelenses haviam proibido na quinta-feira as visitas de Tlaib e de outra congressista americana, Ilhan Omar, devido a seu apoio à campanha de boicote ao Estado hebreu e após um pedido do presidente americano, Donald Trump.

Mas o ministro Aryeh Dery decidiu nesta sexta-feira autorizar a entrada de Rashida Tlaib "para uma visita humanitária a sua avó". 

A própria congressista "prometeu não estimular a causa do boicote a Israel durante sua estadia", afirma um comunicado divulgado pelo ministério.

Rashida Tlaib é a primeira congressista americana de origem palestina. O território de Israel é a porta de entrada para os Territórios Palestinos.

O movimento BDS (Boicote, Desinvestimento e Sanções) defende o boicote econômico, cultural e científico de Israel para protestar contra a ocupação dos Territórios Palestinos.

Israel aprovou em 2017 uma lei que permite a proibição de entrada em seu território dos partidários do BDS, que o país denuncia como antissemitas, acusações que os ativistas rejeitam.

Rashida Tlaib escreveu na quinta-feira às autoridades israelenses para solicitar autorização para visitar sua família, em particular sua avó, que mora em Beit Ur al Fauqa, perto da Ramallah, na Cisjordânia ocupada.

"Pode ser minha última oportunidade para visitá-la", escreveu a congressista. "Me comprometo a respeitar todas as restrições e a não promover o boicote contra Israel durante minha visita", completou no texto.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.