QUEIMADAS G7 vai desbloquear ajuda de emergência de R$ 91 milhões para Amazônia

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 26/08/2019 10:22 Atualizado em: 26/08/2019 10:27

 Foto: CARL DE SOUZA / AFP
Foto: CARL DE SOUZA / AFP
O G7 decidiu desbloquear uma ajuda de emergência de 20 milhões de euros (cerca de R$ 91 milhões) para a Amazônia, principalmente destinada ao envio de aviões Canadair de combate a incêndios, anunciaram o presidente francês Emmanuel Macron e o chileno Sebastian Piñera.

Além da frota aérea, o G7 concordou com uma assistência de médio prazo para o reflorestamento, a ser apresentado na Assembleia Geral da ONU no final de setembro, para o qual o Brasil terá que concordar em trabalhar com ONGs e populações locais.

Essa "iniciativa para a Amazônia" foi anunciada ao final de uma sessão da cúpula do G7 dedicada ao meio ambiente, durante a qual foi discutida a situação na Amazônia, que tem provocado grande preocupação internacional.

Emmanuel Macron tornou a situação na Amazônia uma das prioridades da cúpula, apelando no sábado para uma "mobilização de todos as potências" para lutar contra as queimadas e em favor do reflorestamento.

"Devemos responder ao apelo da floresta que hoje arde na Amazônia de uma maneira muito concreta", acrescentou, após desafiar o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.

Segundo os números mais recentes, 79.513 incêndios florestais foram registrados no Brasil desde o início do ano, com pouco mais da metade na Amazônia.

Sob pressão internacional, o Brasil finalmente entrou em ação no domingo, enviando dois aviões Hércules C-130.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.