EUA Estados recorrem contra plano de Trump para manter menores imigrantes sob custódia

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 26/08/2019 20:22 Atualizado em:

Foto: NICHOLAS KAMM / AFP
Foto: NICHOLAS KAMM / AFP
Um grupo de 20 estados americanos anunciou nesta segunda-feira que recorrerá à Justiça contra o plano do governo do presidente Donald Trump de cancelar o acordo que limita a 20 dias o tempo sob custódia de menores imigrantes.

"Com esta medida, o governo de Trump está abrindo caminho para que o ICE (Serviço de Imigração dos Estados Unidos) mantenha os menores sob custódia por períodos de tempo indefinidos", declarou Maura Healey, procuradora-geral de Massachusetts, que ao lado da Califórnia lidera a iniciativa. 

A nova política, anunciada há uma semana pelo governo, busca revogar o chamado Acordo de Flores, que data de 1997 e limita o tempo de um menor sob custódia das autoridades migratórias dos Estados Unidos.

A Casa Branca afirmou que o Acordo de Flores está "defasado" e que "não leva em conta" a grande "mudança na imigração ilegal" que representam atualmente famílias e menores que procedem da América Central. 

O procurador-geral da Califórnia, Xavier Becerra, disse que o grupo de Estados busca "proteger os menores do dano irreparável causado por uma detenção ilegal e desnecessária". 

Além de Massachusetts e Califórnia, participam os Estados de Connecticut, Delaware, Illinois, Maine, Maryland, Michigan, Minnesota, Nevada, Nova Jersey, Novo México, Nova York, Oregon, Pensilvânia, Rhode Island, Vermont, Virginia, Washington e o Distrito de Columbia.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.