Acordo Coreia do Sul encerra pacto de compartilhamento de dados militares com Japão

Por: AE

Publicado em: 22/08/2019 11:58 Atualizado em: 22/08/2019 11:53

Sung Yun-Mo, ministro da economia da Coreia do Sul. Foto: Yonhap/AFP
Sung Yun-Mo, ministro da economia da Coreia do Sul. Foto: Yonhap/AFP
A Coreia do Sul anunciou nesta quinta-feira o fim de um pacto com o Japão para o compartilhamento de informações militares confidenciais, em mais uma iniciativa que agravam recentes tensões entre Seul e Tóquio relativas a comércio e à história do período de guerra.

Desde 2016, Japão e Coreia tinham um canal direto de comunicação para dados militares sensíveis, como detalhes sobre lançamentos de mísseis e movimentação de tropas da Coreia do Norte, assim como inteligência sobre outras potências regionais, como China e Rússia.

O acordo, que foi defendido pelos EUA como forma de fortalecer a segurança regional, deveria ser renovado automaticamente por mais um ano. Hoje, porém, a Coreia do Sul encerrou o arranjo, com o argumento de que o Japão arbitrariamente acusou Seul de ser uma preocupação de segurança nacional. 



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.