Relações Alemanha, Reino Unido e França a favor de sanções contra a Coreia do Norte

Por: AFP - Agence France-Presse

Publicado em: 28/08/2019 09:37 Atualizado em:

Reprodução/AFP
Reprodução/AFP
A Alemanha, Reino Unido e França manifestaram na terça-feira na ONU a necessidade de manter as sanções internacionais impostas contra a Coreia do Norte após Pyongyang fazer vários lançamentos de mísseis desde o início de agosto.

"As sanções internacionais devem ser mantidas e cumpridas de forma completa e rigorosa até que os programas nucleares e balísticos da Coreia do Norte sejam desmantelados", disseram os três países em um comunicado lido pelo embaixador alemão nas Nações Unidas, Jürgen Schulz, ao fim de uma reunião do Conselho de Segurança convocada pelas três potências europeias.

"Estamos muito preocupados com a série de lançamentos de mísseis balísticos feita pela Coreia do Norte nas últimas semanas", que, segundo esses três países, "viola resoluções do Conselho de Segurança".

A Coreia do Norte realizou no  sábado passado vários lançamentos de mísseis, uma manobra reprovada pelos Estados Unidos e Japão. 

Os testes de mísseis de curto alcance realizados em agosto pela Coreia do Norte foram interpretados como uma maneira de expressar o descontentamento que as manobras militares que a Coreia do Sul realiza conjuntamente com os Estados Unidos despertam no regime de Pyognyang.

A declaração dos países europeus também exige "medidas concretas para uma desnuclearização completa, verificável e irreversível" e pedem à Coreia do Norte que "entre em negociações" com os Estados Unidos.  

Em 2017, a ONU impôs três pacotes de sanções contra a Coreia do Norte por seus programas nucleares e balísticos, concentrando-se em limitar sua importação de petróleo e proibir suas exportações de carvão, peixe ou do setor têxtil.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.