Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Mundo

internet

Bruxelas multa Google em 1,49 bilhão de euros por abuso de posição dominante

Por: AFP

Publicado em: 20/03/2019 12:05

Foto: Reprodução/Pixabay
A Comissão Europeia impôs nesta quarta-feira (20) uma multa de 1,49 bilhão de euros ao gigante americano Google por abuso de posição dominante com seu sistema de publicidade AdSense, a terceira multa de vários milhões em dois anos.

"O Google consolidou sua posição dominante no campo da publicidade contextual on-line e se protegeu contra a pressão da concorrência ao impor restrições contratuais anticompetitivas em sites de terceiros", disse a comissária europeia de concorrência Margrethe Vestager.

Bruxelas lançou uma investigação sobre o Google AdSense, considerando que esse sistema do Google protegeu sua posição dominante e impediu que outros concorrentes, incluindo outros mecanismos de busca, acessassem esse lucrativo setor.

Bruxelas, guardião da concorrência no bloco, já multou duas vezes o Google, também por abuso de posição dominante.

Em julho de 2018, a Comissão impôs 4,342 bilhões de euros em multas - um valor recorde no bloco - por tirar proveito de seu sistema operacional para telefones e tablets Android para consolidar a posição dominante de seu mecanismo de busca.

E, um ano antes, em 27 de junho de 2017, foram 2,42 bilhões de euros por favorecerem seu mecanismo de busca e de comparação de preços Google Shopping, em detrimento dos serviços da concorrência.

O Google apelou de ambas as decisões na Justiça europeia.
TAGS: google | bruxelas | internet |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #392 Sucessão ecológica
Rhaldney Santos entrevista a pré-candidata à prefeitura do Recife Marília Arraes
A nova cara da Conde da Boa Vista, velha conhecida dos recifenses
Resumo da semana: articulação para eleições de 2022, vacina em janeiro e retorno das aulas adiado
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco