Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Mundo

conflito

Coalizão antijihadista na Síria mata dirigente do EI

Abu al Umarayn era acusado de envolvimento no assassinato de Peter Kassig, sequestrado na Síria e executado por decapitação em novembro de 2014

Por: AFP

Publicado em: 03/12/2018 08:27

A coalizão internacional antijihadista na Síria anunciou nesta segunda-feira que matou um líder do grupo Estado Islâmico (EI) envolvido na execução do trabalhador humanitário americano Peter Kassig e de outros prisioneiros ocidentais do EI. Abu al Umarayn era acusado de envolvimento no assassinato de Peter Kassig, sequestrado na Síria e executado por decapitação em novembro de 2014.

O dirigente do grupo extremista "morreu e vamos divulgar mais informações após uma avaliação completa", afirmou em um comunicado Sean Ryan, porta-voz da coalizão. Abu al Umarayn está também "associado ou diretamente envolvido na execução de outros prisioneiros", acrescentou Ryan.

A coalizão internacional iniciou as operações na Síria e no Iraque a partir de 2014 para conter a expansão do EI, que havia assumido o controle de grandes faixas de território entre os dois países. O EI foi derrotado no Iraque, mas conserva alguns pequenos territórios e células adormecidas no deserto da Síria.
TAGS: siria | conflito |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Resenha SuperEsportes: Kobe Bryant e a rodada esportiva
De 1 a 5: Passos de Frevo para aprender
Dona Maria: a mulher por trás da personagem
In Set: eternize momentos com a Verde Joias
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco