Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Moda

Estilo para dominar a moda

Consultoria de estilo e análise de cores transformam a moda em ferramenta de comunicação e de sua própria vitrine

Publicado em: 23/11/2019 09:00

No armário: Aprenda a tirar proveito da combinação de cores e estilos para expandir o guarda roupa (Freepik Divulgação)
No armário: Aprenda a tirar proveito da combinação de cores e estilos para expandir o guarda roupa (Freepik Divulgação)

Expandir as possibilidades de associação entre as roupas guardadas no armário, agregar praticidade ao dia a dia, adquirir hábitos de consumo mais conscientes, evitar a sensação de repetição de peças e se divertir com a moda estão entre os principais proveitos que uma consultoria de estilo pode oferecer. Ainda subestimado, o serviço procura imprimir personalidade no vestuário e, a partir disso, adaptar tendências das passarelas e vitrines para a vida real. Na esteira de demandas sociais pela desconstrução de padrões de beleza e pelo incentivo à vaidade de diferentes corpos, a consultoria de imagem e estilo é cada vez mais debatida nas redes sociais, palco central dessas discussões. “Com a internet, a moda se tornou mais democrática porque todo mundo tem acesso ao que está acontecendo nos quatro cantos do mundo. Existem mil possibilidades para corpos e bolsos diversos. Em contrapartida, a velocidade da informação e o bombardeio de ofertas de compra nos tornaram mais consumistas. E consumistas de microtendências. Usamos uma [tendência] hoje, amanhã já queremos passar para a próxima”, avalia Lybia Fazio, consultora de moda e estilo, especialista em coloração pessoal. Alagoana radicada no Recife, ela é uma das referências no tema no Nordeste.

“Muitas vezes, é dentro de um processo de consultoria de estilo que nos conhecemos e descobrimos de que forma queremos ser vistos. O papel da consultoria de estilo, além de transformar, é deixar o cliente confortável dentro da própria pele, mas descobrindo sua melhor versão. É um processo que eleva a autoestima e traz autoconfiança, importantes tanto nas relações profissionais, quanto nas pessoais”, explica Lybia. Dados divulgados pelo LinkedIn nos últimos anos reforçam a relevância do domínio sobre a própria imagem e o receio quanto aos efeitos de subestimá-la: de acordo com estudo intitulado New Norms @ Work, promovido pela plataforma virtual de negócios, 48% das mulheres brasileiras acreditam que são mais julgadas pelo que vestem no trabalho do que os homens. E, entre homens e mulheres, 54,7% dos brasileiros afirmam se vestir mais formalmente quando avisados sobre reuniões importantes. Os números ajudam a entender por que, além da “materialização” da própria identidade em roupas e acessórios, o processo envolvido na consultoria de estilo ganha importância enquanto ferramenta de domínio sobre a comunicação não-verbal da moda.

No ano passado, por encomenda da marca de cosméticos Dollar Shave Club, uma pesquisa revelou que o tempo médio de 27 segundos é suficiente para que uma pessoa forme sua primeira impressão sobre outra. Em 69% dos casos, a primeira impressão é consolidada antes mesmo que o outro tenha chance de falar, pondo em foco fatores como roupa, perfume, sorriso e contato visual. “Antes de seu ‘bom dia’, sua imagem é o que mais comunica. Daí vem a importância de você também se comunicar por meio de sua imagem”, reforça Lybia. Para ela, a análise de coloração pessoal – que identifica, em aproximadamente uma hora de testes, quais as cores mais harmônicas para cada indivíduo – é um primeiro passo fundamental para a composição de uma imagem positiva para si mesmo.

“Eu vejo a análise de coloração pessoal como uma ferramenta de autoconhecimento. Conseguimos identificar o que melhor funciona em nós, em termos de cores. E, com essa informação, podemos até fazer uso do que não nos beneficia tanto, mas de forma mais assertiva. Isso direciona nossas compras, passamos a consumir de forma mais consciente e nos libertamos do ter-que-ter. O resultado é um armário mais enxuto e funcional”, detalha a especialista. Na análise de coloração, através do que se chama Método Sazonal Expandido, 12 cartelas de cores de com diferentes tonalidades são testadas junto ao rosto, a fim de descobrir qual favorece cada subtom de pele. O procedimento procura facilitar a tomada de decisões quanto a roupas, maquiagem, acessórios e cor de cabelo.

Entrevista: Lybia Fazio // consultora de imagem e estilo

 (Acervo pessoal / Divulgação)
Acervo pessoal / Divulgação
No dia a dia, como desenvolver uma relação positiva com a moda? Como se divertir com ela?

Acima de tudo, respeitando o seu estilo. Não dá pra ser feliz vivendo numa ditadura. Não dá para querer usar tudo o que é mostrado nas mídias, nem da forma como é mostrado. Gosto muito de dizer que a gente não está aqui para ‘fazer favor para roupa’. É a roupa que tem que trabalhar para a gente. Então, quem usa tal peça ou tendência simplesmente porque disseram que tava na moda, dificilmente vai se divertir com ela. A gente tem que usar o que deixa a gente feliz, o que faz sentido. Aí, sim, a moda vira uma deliciosa diversão.

O que define um processo de consultoria de estilo eficiente?
Para ser eficiente e efetiva, para que o cliente se sinta confortável e consiga trazer pra sua vida tudo que for feito dentro da sua consultoria de estilo, é fundamental que seu desejo de imagem e personalidade, sejam respeitados. Cada pessoa é única. E, independentemente do que o cliente queira comunicar, identificar suas nuances e adaptá-las a essa nova imagem é a chave para o sucesso do trabalho.

Como cada pessoa pode encontrar seu estilo pessoal? Pode dar algumas dicas?
Cada um de nós possui mais de um estilo. Temos três ou até mais estilos na nossa forma de nos comunicar e fazer nossas escolhas. Um exercício bacana é selecionar, em revistas ou sites, imagens que representem o que gostamos de usar e retratem o que apreciamos. Assim, conseguimos montar um painel com o que nos traduz.

Para o verão que se aproxima, quais as principais apostas? Quais as dicas?
Não tem nada obrigatório. Mas sempre surgem as estampas do momento para cada temporada. No verão 2020, a vez é do tie dye, ombré, vichy e listras multicoloridas, o animal print combinado com cores mais vibrantes. Mas, se nada disso fizer sentido pra você, não há motivo para usá-los. A dica principal para o verão é apostar em roupas leves, frescas e confortáveis. Tecidos que ajudem na transpiração, como seda, algodão e linho, aliados a shapes mais soltinhos, são mais importantes do que a estampa apontada como tendência da temporada. Mas, se você tem um perfil mais minimalista e não quer ficar de fora das estampas do momento de jeito nenhum, sugiro trazer uma delas para o acessório ou, quem sabe, para o seu beachwear.

E para a próxima década no mundo da moda, quais as suas apostas para o setor?
Acredito que, cada vez mais, teremos mais gente com mais informação. Há 20 anos, tínhamos nas revistas e novelas as maiores fontes de informação de moda. Hoje, a internet está à mão com informações em tempo real no mundo, seja na moda ou no comportamento.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
João e os 50 anos de colunismo social
Comerciantes e moradores da várzea pedem por saneamento básico
Saúde bucal na adolescência
Primeira Pessoa com Wladimir Reis
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco