Diario de Pernambuco
Busca

PREVIDÊNCIA

Governo ajusta taxa máxima de juro de consignado do INSS

O novo teto entrará em vigor oito dias úteis após a publicação da decisão no Diário Oficial da União (DOU)

Publicado em: 11/01/2024 18:34



Já o ajuste na taxa máxima de juros para as operações nas modalidades de cartão de crédito e de cartão consignado de benefícios foi de 2,67% para 2,61% ao mês  (foto: Reprodução/Ascom/INSS)
Já o ajuste na taxa máxima de juros para as operações nas modalidades de cartão de crédito e de cartão consignado de benefícios foi de 2,67% para 2,61% ao mês (foto: Reprodução/Ascom/INSS)

O Conselho Nacional da Previdência Social (CNPS) aprovou nesta quinta-feira (11) uma redução, de 1,80% para 1,76% ao mês, na taxa máxima de juros cobrada em empréstimos consignados para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

 

A proposta de redução foi feita pelo Ministério da Previdência Social. O novo teto entra em vigor oito dias úteis após a publicação da decisão no Diário Oficial da União (DOU).

 

INPC: índice fica em 3,71% e reajusta aposentadoria do INSS acima do mínimo

O ajuste na taxa máxima de juros para as operações nas modalidades de cartão de crédito e de cartão consignado de benefícios, por sua vez, foi de 2,67% para 2,61% ao mês.

 

 

 

Com isso, ao oferecer uma linha de crédito, bancos e instituições financeiras precisam respeitar os limites estabelecidos pelo CNPS. O teto do empréstimo consignado convencional tem o desconto em folha de pagamento.

 

 

Confira as informações no Correio Braziliense

COMENTÁRIOS

Os comentários a seguir não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
MAIS NOTÍCIAS DO CANAL