Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

ACIMA DA MÉDIA

Índice de confiança dos empresários do Polo de Confecções bate recorde em Pernambuco

Publicado em: 15/06/2022 13:17

A comparação entre o mês de junho e maio demonstra um aumento de 11,87 no indicador (Foto: Marlon Diego/SDEC)
A comparação entre o mês de junho e maio demonstra um aumento de 11,87 no indicador (Foto: Marlon Diego/SDEC)
O Índice de Confiança do Empresário do Setor Têxtil e Confecções de Pernambuco - ICET&C, atingiu 64,93 pontos, ficando acima do limite médio de referência (50 pontos). O resultado é o maior da série histórica, revelando o otimismo dos segmentos. 

A comparação entre o mês de junho e maio demonstra um aumento de 11,87 no indicador. O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Geraldo Julio, acredita que o desempenho do índice se deve, em grande parte, à expectativa futura. “Os empresários esperam que, nos próximos meses, a economia do Estado e a situação das empresas, por exemplo, melhorem ainda mais. Mas essa confiança não surgiu por acaso. Com a nossa política para o setor, conseguimos reduzir a informalidade, melhorar a qualidade dos produtos e ainda aumentar a inserção no mercado”, afirmou.

Já a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Sídia Haint, lembrou que o início das festividades juninas aumenta a demanda por bens de consumo semiduráveis, beneficiando diretamente o comércio varejista e atacadista, e gerando também efeitos positivos para indústria. “Há forte dinâmica econômica em razão do calendário de festividades no período de maio a junho. Fundamentando, portanto, a variação expressiva no índice de confiança’, justificou.

Atualmente, o Polo Têxtil e de Confecções concentra uma das principais atividades econômicas do Agreste pernambucano, com faturamento anual de R$ 5,6 bilhões, segundo o Governo do Estado. Cerca de 26 municípios se dedicam à produção têxtil e de confeccionados, com mais de 350 milhões de peças fabricadas. Juntas, as cidades ocupam mais de 350 mil trabalhadores em atividades ligadas à cadeia. 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
WIDGET PACK - Sistema de comentários
Suspeito de ataque a tiros com seis mortos é detido nos EUA
Manhã na Clube: entrevistas com o pastor Wellington Carneiro e Alexandre Castelano
Planta gigante, prima da vitória-régia, é descoberta em Londres
Manhã na Clube: entrevistas com a deputada estadual Teresa Leitão (PT) e Juliana César
Grupo Diario de Pernambuco