Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Restrições

Supermercados do Recife flexibilizam parte de medidas restritivas

Publicado em: 22/06/2020 08:00

A flexibilização das medidas mais restritivas começa a ser adotada também para os supermercados da capital pernambucana. A Prefeitura do Recife anunciou que, a partir desta segunda-feira, algumas restrições impostas para evitar aglomerações deixam de ser obrigatórias. Na prática, os estacionamentos poderão funcionar em sua totalidade, sem limitação do número de vagas disponíveis. Também não haverá restrição para a quantidade de pessoas em cada carro. Além disso, mais de uma pessoa da mesma família poderá entrar nos estabelecimentos. Porém, fica mantido o limite de 50% da capacidade dos supermercados, a disponibilização do álcool em gel na entrada e nos caixas e o distanciamento físico entre os clientes. O uso de máscaras também é obrigatório.

O Recife havia adotado as medidas mais restritivas no dia 13 de abril. Entre elas, apenas um terço das vagas de estacionamento poderia ser usada, só poderia ter uma pessoa por veículo e apenas uma pessoa por família poderia ter acesso aos estabelecimentos. Todas flexibilizadas a partir de segunda-feira. "A questão do estacionamento ajuda bastante porque muitas vezes a capacidade de vagas é inferior à quantidade de pessoas que podem entrar no estabelecimento", explica Silvana Buarque, superintendente da Associação Pernambucana de Supermercados (Apes).

Porém ela reforça que, mesmo com a flexibilização, a orientação é de ainda manter todos os cuidados para que não haja aglomeração e um risco maior de disseminação do coronavírus. "É importante manter a orientação para que as pessoas não se descuidem ou relaxem com algumas medidas preventivas. Se há a necessidade de ir mais de uma pessoa da família, tudo bem. Mas se não, melhor não ir porque evita aglomeração e também permite que outras pessoas que precisam fazer compras possam entrar mais rapidamente nos supermercados", acrescenta.

O reforço vale porque a restrição ao limite da capacidade no interior dos supermercados será mantida em 50% dos clientes. "O controle de acesso permanecerá, assim como a obrigatoriedade do uso de máscara, do distanciamento entre os clientes, da higienização dos carrinhos e essas são medidas importantes. Mesmo com a flexibilização é importante frisar que não acabou o risco da doença. Então orientamos também para que crianças e idosos não devem ir aos supermercados se não houver necessidade. Nossa preocupação é que as pessoas não relaxem", diz Silvana Buarque.

Além disso, ela alerta que desde o início da pandemia, Pernambuco não teve problemas de desabastecimento. "Os supermercados gostam que o cliente passe mais tempo nele, para ver e conhecer os produtos e despertar a necessidade de compra. Mas hoje o ideal é comprar o que precisa, não existe necessidade de estocar e nem se prolongar no estabelecimento para evitar aglomeração. Os supermercados estão abertos em horário pra atender a todos", conclui a superintendente.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rua do Bom Jesus está no topo do ranking das mais belas, diz revista americana
Destaques da semana: restaurantes vão reabrir, Bom Jesus entre as mais belas ruas e volta do futebol
10/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Itália proíbe entrada de viajantes brasileiros
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco