Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Flexibilização

Shoppings reabrem nesta segunda-feira com novas regras

Publicado em: 22/06/2020 08:00 | Atualizado em: 21/06/2020 20:17

Capacidade máxima permitida será de 30% e horário será reduzido.  (Foto: Bruna Costa / Esp. DP FOTO)
Capacidade máxima permitida será de 30% e horário será reduzido. (Foto: Bruna Costa / Esp. DP FOTO)

A partir de hoje, os shoppings do estado estão autorizados a funcionar. A retomada, após 93 dias de operação suspensa, ainda deve obedecer algumas restrições como, por exemplo, 30% da capacidade do centro de compra e horário de funcionamento das 12h às 20h. Além dos centros de compras, hoje, o comércio de rua, de bairro e centro, também está autorizado a reabrir totalmente a partir de segunda, com a entrada das lojas acima de 200 metros quadrados. Já a construção civil, que vinha funcionando com 50% dos funcionários desde o último dia 8, também foi autorizada a voltar com 100% dos trabalhadores.

Cada um desses setores deve seguir uma série de protocolos específicos. No caso dos shoppings centers, por exemplo, além do uso obrigatório de máscaras por todos que circularem pelo local, o acesso às áreas comuns deverá ser controlado pela administração. Além do horário restrito de funcionamento, só poderá haver um cliente para cada dez metros quadrados de área de circulação. Além disso, as praças de alimentação só poderão funcionar para delivery e coleta. Dentro das lojas, assim como determinado anteriormente para o varejo de rua, a regra é 20 metros quadrados por cliente. Por exemplo: num estabelecimento de 200 m, deverá haver no máximo dez consumidores ao mesmo tempo no interior da loja. A equipe não entra no cálculo.

"Será uma volta com muita consciência, com a exigência da higiene e distanciamento social. Existe uma recomendação para que as portas abram meia hora antes para evitar a aglomeração na entrada. E existe uma demanda reprimida, o fluxo não será como antes, mas a conversão será maior porque a pessoa que for ao shopping vai com objetivo de efetuar a compra. Essa reabertura, mesmo que com capacidade reduzida, diminui os problemas que o setor vinha enfrentando", afirmou Paulo Carneiro, presidente da Associação Pernambucana de Shopping Centers (Apesce).

Segundo a Associação, os malls do estado contam com 3.100 lojas, considerando as grandes e pequenas, e geram 60 mil empregos diretos, chegando a 250 mil postos de trabalho indiretos. Esse foi, inclusive, um dos pontos levado em consideração para autorizar a reabertura. A retomada das operações nos shoppings foi antecipada pelo Plano de Convivência com a Covid-19. Desde a divulgação do plano de flexibilização das atividades econômicas, com previsão de durar 11 semanas até a liberação total, o governo do estado já havia anunciado que poderia antecipar alguma etapa, adiar ou retroceder e voltar a suspender alguma atividade. As avaliações são feitas de acordo com a curva de contágio do coronavírus em Pernambuco, levando em consideração o número de óbitos e ocupação dos leitos. A antecipação da reabertura dos shoppings se deu por conta da estabilidade no número de casos da Covid-19.

Como o comportamento da curva de contaminação no interior do Estado fez o Plano de Convivência das Atividades Econômicas com a Covid-19 estacionar em 85 cidades do Agreste e Zona da Mata %u2013 nas regiões de Caruaru, Garanhuns, Palmares e Goiana %u2013 essas localidades permanecem seguindo as regras determinadas no calendário de flexibilização até o dia 10 de junho, quando voltaram a funcionar clínicas e consultórios médicos, odontológicos, fisioterapêuticos, psicológicos e veterinários.

Nas cidades enquadradas nesse grupo só estão autorizadas a operar lojas de material de construção e comércio atacadista (respeitando protocolos); delivery e drive thru do comércio varejista de rua e de shopping centers; construção civil com 50% de seu operacional e os serviços de saúde já relatados. Treinos de futebol profissional, no entanto, estão autorizados a acontecer. (Da redação)
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Itália proíbe entrada de viajantes brasileiros
10/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Burro invasor de lives faz santuário de animais arrecadar dinheiro
Seminário discute novo marco legal do saneamento básico
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco