Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

ALIMENTAÇÃO

Pesquisa da cesta básica demonstra queda de preço em 15 produtos

Publicado em: 12/06/2020 17:13

A cesta básica tem um impacto de 43,24% no salário mínimo. (Foto: Isabella Fabrício / Assessoria Procon)
A cesta básica tem um impacto de 43,24% no salário mínimo. (Foto: Isabella Fabrício / Assessoria Procon)
A pesquisa de cesta básica, realizada pelo Procon-PE na Região Metropolitana do Recife (RMR), demonstrou que apesar do aumento de 1,14% - de R$ 446,80, para R$ 451,89 - no mês de junho, 15 produtos caíram de preço. O que apresentou a maior queda foi a salsicha (36,10%). O produto passou de R$ 14,29 para R$ 10,50. A cesta básica tem um impacto de 43,24% no salário mínimo.

Dos 27 produtos analisados, entre os meses de junho e maio, quatro mantiveram o valor e oito subiram de preço. Os produtos que mais tiveram aumento, foram o arroz (de R$ 3,49 para R$ 4,45, o quilo, um aumento de 27,51%) o fubá, (21,58%) e o feijão mulatinho (17,67%).

Os valores apresentam-se de forma diferenciada de acordo com o estabelecimento. O quilo da salsicha avulsa pode ser encontrado por R$ 4,99 e por R$ 10,50, uma diferença percentual de 110,42%. Já quanto à bandeja da dúzia de ovos, a diferença é de 91,74%; de um supermercado para outro (entre R$ 10,90 e R$ 20,20). Na área de higiene e limpeza, o sabão em pó de 500 gramas, por exemplo, pode ser encontrado por R$ 1,10 e R$ 3,68, uma diferença de 234,55%. O pacote de papel higiênico com quatro unidade varia entre R$ 1,72 e R$ 5,89, uma diferença de 242,44%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 02 e 04 de junho, em 12 estabelecimentos da Região Metropolitana do Recife, passando pelos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Recife e Olinda.A pesquisa toma como base a cesta básica mensal para uma família composta por quatro pessoas, sendo dois adultos e duas crianças. O diferencial da pesquisa do órgão de defesa do consumidor, em relação as que são realizadas por outros institutos, é que neste levantamento é possível identificar o preço de cada item por estabelecimento, desse modo fornece ao consumidor os locais e endereços onde o produto encontra-se mais acessível. A pesquisa pode ser solicitada pelo e-mail: imprensaproconpe@gmail.com
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Itália proíbe entrada de viajantes brasileiros
10/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Burro invasor de lives faz santuário de animais arrecadar dinheiro
Seminário discute novo marco legal do saneamento básico
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco