Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Pesquisa

Pernambuco tem maior percentual de lares com acesso via banda larga

Publicado em: 29/04/2020 16:58 | Atualizado em: 29/04/2020 17:33

Maioria dos acessos é feito através do celular. (Foto: Reprodução/Agência Brasil)
Maioria dos acessos é feito através do celular. (Foto: Reprodução/Agência Brasil)

Em Pernambuco, 1,98 milhão de domicílios estão conectados à rede via banda larga, número que representa 87,5% dos lares com acesso à internet. Esse é o maior percentual do Brasil. Na Região Metropolitana do Recife, a variação é ainda maior, com 89,2% dos lares, perdendo apenas para Florianópolis em proporção de regiões metropolitanas. Os dados são da Pnad TIC, pesquisa voltada para o acesso dos brasileiros à Tecnologia da Informação e Comunicação, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), tomando como matriz as informações da PNAD Contínua do quarto semestre de 2018 - os mais recentes divulgados.

O Nordeste e também Pernambuco seguem tendência contrária do Brasil, já que apresentam um índice de usuários da banda fixa maior do que da banda móvel. No estado, a conexão por 3G ou 4G é de 68%, alcançando 1,54 milhão de domicílios. Na média regional, o percentual é menor, de 64,1%. Na RMR, a proporção é ainda maior, chegando a 76,9%. O rendimento, por sua vez, de quem tem banda larga fixa em casa é de R$ 1.271, abaixo do rendimento de quem tem banda larga móvel, de R$ 1.674.

Em relação ao acesso à internet, 2,27 milhões (71,4%) dos 3,17 milhões de domicílios pernambucanos têm acesso à rede. No caso da RMR, os números aumentam para 82,1%. Entre os 908 mil lares do estado que não têm acesso à internet (28,6%), a maior proporção, ou seja, 35,2%, afirmou que o motivo era o alto preço, seguido pelo grupo de 27,8% que apontou falta de interesse em usar a ferramenta e, em terceiro lugar, com 24,8%, não havia ninguém da família que soubesse utilizá-la.

O equipamento mais usado para acessar a internet foi o telefone celular, utilizado para este fim em 99,2% tanto nos lares pernambucanos quanto nos da Região Metropolitana do Recife, números iguais à média brasileira. Em apenas um milhão, ou 44,5% deles, os microcomputadores ou tablets foram utilizados para isso no estado. Na RMR, por sua vez, os valores chegaram a 49,1%. Já o acesso à internet pela televisão subiu de 17,1% para 23,2% dos domicílios, de 2017 para 2018, maior índice da Região Nordeste, chegando a 527 mil. Na RMR, a porcentagem é de 25,1%.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Manhã na Clube: entrevistas com o deputado Doriel Barros (PT), Fernando Murta e Elmo Santos
Homem com granada mobiliza polícia de Kiev
Manhã na Clube: entrevistas com Eduardo Leite (PSDB),  Sérgio Montenegro e Joaquim Francisco
Bolsonaro investigado: Não aceitarei intimidação
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco