Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

ÁLCOOL 70

Usinas pernambucanas produzem álcool 70°, mesmo na entressafra

Publicado em: 30/03/2020 07:00

Este pool de fornecimento voluntário da usina compreende os 58 municípios localizados ao redor das sedes das 11 usinas produtoras. (Foto: Divulgação Sindaçúcar)
Este pool de fornecimento voluntário da usina compreende os 58 municípios localizados ao redor das sedes das 11 usinas produtoras. (Foto: Divulgação Sindaçúcar)
Uma das principais demandas do comércio, atualmente, são os principais itens de higiene e proteção em tempos de pandemia: máscaras e álcool gel. Encontrá-los em farmácias e supermercados é quase questão de sorte. Por isso, usinas de Pernambuco, mesmo em período de entressafra, estão trabalhando na produção de álcool 70°, a título de doação, para produzir álcool antisséptico. As doações eram, inicialmente, de 55 mil litros mas podem chegar a 80 a 90 mil.

De acordo com Renato Cunha, presidente do Sindaçúcar, este pool de fornecimento voluntário da usina compreende os 58 municípios localizados ao redor das sedes das 11 usinas produtoras. Apenas uma, das 12 pernambucanas, não está envolvida no esquema. “Trata-se de uma que não fabrica etanol, nunca fabricou, não tem equipamento. Então, todas as que tem capacidade produtiva estão fazendo”, explica.

O Sindaçúcar e a AD Diper estão atuando juntos na força tarefa. A Agência Estadual aloca embalagens e direciona as demandas para as 11 usinas doadoras. Roberto Abreu e Lima, presidente da AD Diper, conta que a logística acontece de forma um tanto complexa. O álcool 70° sai das usinas em bombonas ou ou container de mil litros, com estrutura de alumínio. “A princípio, foi pensado em desabastecer este taque direto nos hospitais, mas em virtude da alta possibilidade de incidentes como incêndios, acordamos com fabricantes de cosméticos, indústrias farmacêuticas e químicas (de pequeno e médio porte, em sua maioria) que envasassem em embalagens menores ou o transformasse em álcool gel”, detalha.

O produto final é doado ou vendido com desconto, muitas vezes só com a cobrança dos custos, para o governo do estado. Algumas empresas também disponibilizam as embalagens, a exemplo da Solar Coca-Cola que doou, ontem, 100 mil garrafas pet de 1 litro. Além desta distribuição aos hospitais do estado, as próprias usinas, sem o aporte da AD Diper, também estão direcionando o produto a hospitais filantrópicos e prefeituras. O transporte está sendo feito de forma gratuita por empresas de logística instaladas em Suape.
 
Dos 55 mil litros de álcool doados pelas usinas, foi consumido um pouco mais do que a metade deste quantitativo. A necessidade semanal de toda a saúde pública do Estado é de 300 mil. Além de adquirir o produto também de outras fontes, ao fim do consumo dos 55 mil litros, o objetivo da AD Diper é facilitar a logística na doação de outros itens. “Estamos, também, em busca de outras alternativas de prospecção na busca de fornecedores de insumos hospitalares de forma geral, como máscaras, aventais e outros EPIs”, conclui Roberto.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rua do Bom Jesus está no topo do ranking das mais belas, diz revista americana
Destaques da semana: restaurantes vão reabrir, Bom Jesus entre as mais belas ruas e volta do futebol
10/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Itália proíbe entrada de viajantes brasileiros
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco