Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Coronavirus

Setor turístico faz campanha para que clientes optem pelo adiamento de pacotes comprados

Publicado em: 17/03/2020 08:43

A Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav Nacional) e a Agência Vertebratta começaram a campanha Adia! para incentivar consumidores a não cancelar, mas adiar viagens previstas para datas futuras devido à pandemia do covid-19. Segundo a Abav, dados dos associados indicam que a taxa de cancelamentos de viagens neste mês de marca já chega a 85%, a maior crise já enfrentada pelo setor nos últimos tempos.

 

A Adia! é a campanha de apoio à sustentabilidade econômica dos setores da economia ligados à restaurantes, hospedagens e similares, transportes de passageiros, agências de viagens, cultura e lazer, áreas que empregam formalmente em torno de 3 milhões de pessoas segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Em março do ano passado, segundo a Abav, o faturamento do setor foi de R$ 19,2 bilhões, e a preocupação está na sustentabilidade dos negócios, uma vez que não há previsões de novos faturamentos. Em Pernambuco, o setor turístico já enfrentou outros episódios detratores como a crise na Argentina (de onde vem a maioria dos turistas estrangeiros que visitam o Estado) e o derramamento do óleo na costa do Nordeste.

O Produto Interno Bruto (PIB) pernambucano do último trimestre de 2019 já registrava retração de 3,4% na atividade turística. Por aqui, depois do fim de semana mais conturbado, o balanço de adequações e medidas ainda está sendo feito. O trade de Porto de Galinhas está reunido e terá um panorama da situação nos próximos dias. Por ora, sabe-se que o Centro de Convenções cancelou os 17 eventos programados para os próximos 60 dias e a agenda só será retomada, a princípio, a partir da segunda quinzena de maio. Segundo a Secretaria de Turismo de Pernambuco alguns organizadores já procuraram a Empetur para novas datas até 2021.

Cias aéreas
Na última segunda (16), a Latam anunciou que a redução de 70% no total de suas operações, o que representa 90% dos voos internacionais e 40% dos domésticos – que e vai oferecer remarcações sem custo adicional até o dia 31 de dezembro de 2020.

A Azul Linhas Aéreas comunicou a suspensão de operação em 11 bases: Bariloche (Argentina, entre 21 de março e 30 de junho), Lages, Pato Branco, Toledo, Ponta Grossa, Guarapuava, Araxá, Valença, Feira de Santana, Paulo Afonso e Parnaíba (23 de março e 30 de junho). A companhia suspendeu, desde ontem, todos os voos internacionais, mantendo apenas os que partem de Campinas (SP). A companhia decidiu ainda reduzir sua capacidade consolidada de 20% a 25% no mês de março, e entre 35% a 50% em abril e meses seguintes, até que a situação envolvendo o coronavírus se normalize.

Já a Gol Linhas Aéreas informou ao Diario que está passando por ajustes para garantir o bom funcionamento da malha aérea e que até a segunda (16) não havia registros de cancelamento ou suspensão de voos em Pernambuco. "A Companhia ressalta que está atenta, e que segue recomendações do órgão sanitário para tomar todas as medidas cabíveis, com o objetivo de proteger a segurança de seus clientes", informou, por nota.

TAGS: latam | azul | gol | abav | turismo | coronavírus |
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Dr. Luiz Carlos Santos
Rhaldney Santos entrevista Dra. Rebecca Spinelli
Rhaldney Santos entrevista Thiago Santos (UP)
Aprenda a treinar a mente com exercícios que previnem doenças e turbinam os neurônios
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco