Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

AGRONEGÓCIO

Mais estímulo e tecnologia para o agronegócio em Pernambuco

Publicado em: 15/03/2020 07:00

O anúncio foi feito por Douglas Ribeiro, diretor de marketing da Corteva, e Pedro Prates, co-head do Cubo Itaú, na sede do Cubo,  em SP. (Foto: Hara/Corteva)
O anúncio foi feito por Douglas Ribeiro, diretor de marketing da Corteva, e Pedro Prates, co-head do Cubo Itaú, na sede do Cubo, em SP. (Foto: Hara/Corteva)
Uma nova parceria pode trazer boas notícias para agricultores pernambucanos, nordestinos e de todo o país. A Corteva Agriscience é a mais nova empresa mantenedora do Cubo Itaú, hub paulista de fomento ao empreendedorismo tecnológico. É a primeira do setor de agronegócios que negociará com as 300 startups e empresas de 15 segmentos embarcadas no hub. O objetivo é, dentre outros, ampliar os horizontes do programa de capacitação da Corteva, o Prospera, até então só realizado em Pernambuco. O grupo quer passar dos atuais 927 participantes para 50 mil, em cinco anos. Pretende, ainda, ampliar, geograficamente, a área de atuação para todo o país e facilitar o acesso ao crédito para os produtores. Os representantes da Corteva não informaram o capital investido para ingressar no time de mantenedores do Cubo Itaú.

O Prospera capacita, em Pernambuco, pequenos produtores que trabalham com milho (grão) e silagem oferecendo conhecimento técnico. Desde o início do programa, houve um salto de produtividade: de 10 sacas (em média, por agricultor), no ano de 2017, para 70, em 2019. O Prospera começou com um grupo de 47 participantes. Em 2018, o número saltou para 428 e, no ano seguinte, para 927.  Sobre a meta para 2025, Douglas Ribeiro, diretor de marketing da Corteva, acredita que é possível atingi-la desde que sejam encontradas soluções com parceiros de inovação em tecnologia, haja uma ampla rede de capacitação de multiplicadores e uma plataforma digital onde estejam plugadas as soluções necessárias. “Um suporte completo para que fazer a mudança em uma região que precisa tanto. Pretendo dar escala a este projeto que é um dos mais belos que já vi em minha vida profissional”, informa.

A ambição, agora, é vivenciar um ano de transição do modelo atual para este mais proposto a escalonar rumo aos 50 mil. Em 2020, devem ser adicionados cerca de mais 200 a 300 produtores. A seleção é feita pela Corteva a partir da identificação de comunidades rurais onde existe produção sem utilização de produtos inovadores e manejo adequado. Os treinamentos acontecem, primeiramente, em salas de aula de instituições como UFRPE e IFPE e, posteriormente, no campo, nas lavouras comunitárias.

Crédito – ainda neste primeiro momento, a chegada da Corteva ao Cubo focará também na facilitação do acesso ao crédito, embora não o grupo não tenha precisado o quanto pretendem ampliar esta concessão. “Não é algo simples porque é preciso ter um agente financiador, mas também não é limitante. Temos que encontrar alguma forma prática, aplicável e segura. Queremos encontrar maneiras para que o custo do crédito seja mais especifico e proporcional à tecnologia que o produtor usa e à sua capacidade de gestão. Hoje, utiliza-se uma mesma régua para todos, mas com o uso de dados, é possível personificar”, conclui.

Pedro Prates, co-head do Cubo Itaú, afirmou que a presença da Corteva fomentando discussões e fazendo provocações também é benéfica para o grupo. “Poderemos mostrar o tamanho das oportunidades que existem no campo e como a tecnologia pode resolver a vida de muitas pessoas. Havendo esta solução, surgem as oportunidades de negócios. Tecno e agro são dois setores que tem nos dado muito orgulho. Quando se juntam, há muito potencial a ser gerado”, afirma, complementando que o tempo de parceria, para ambos, é indeterminado. “O objetivo é fomentar empreendedorismo, gerar negócios e transformar a sociedade. E sabemos que isto não acontece de uma hora para outra. De fato, é uma questão colaborativa a longo prazo”, conclui.

 
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Músico vence limitações do distanciamento social oferecendo shows particulares por encomenda
03/07 Manhã na Clube com Rhaldney Santos
Destaques da semana: caso Miguel, Decotelli fora do MEC e retorno do Campeonato Pernambucano vetado
Inscrições para o Vestibular 2020.2 da Unicap vão até 15 de julho
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco