Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Digital Digital Digital Digital
Digital Digital Digital Digital
Notícia de Economia

Suape

Pernambuco terá hub de abastecimento de gás natural

Publicado em: 14/03/2020 10:00 | Atualizado em: 13/03/2020 20:32

Navio é da frota própria da Golar e é uma unidade permanente estacionária. (Foto: Golar/Divulgação)
Navio é da frota própria da Golar e é uma unidade permanente estacionária. (Foto: Golar/Divulgação)

Pernambuco terá um hub de abastecimento de gás natural no Nordeste com a chegada ao estado da Golar Power Brasil, uma das maiores empresas de logística de GNL no mundo. O protocolo de intenção para a implantação de um Terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) no Complexo Industrial Portuário de Suape foi assinado ontem e o investimento será de R$ 1,8 bilhão. A previsão é que a operação tenha início no segundo semestre e a expectativa é de geração de 300 empregos diretos, mas número que pode se ampliar com as perspectivas de ampliação da rede de abastecimento. Inclusive, o interior do estado será beneficiado e Garanhuns e Petrolina são duas cidades que serão atendidas pelo abastecimento.

A perspectiva é que a Golar faça o abastecimento de cidades da região Nordeste a partir de Suape. "Vamos trazer um navio da frota própria, que é uma unidade permanente estacionária. Ele vai abastecer a Copergás e injetar direto na malha dela. Assim como vai fazer o transbordo por caminhões de GNL para abastecer todo o Nordeste. Além disso, vai fazer o transbordo do navio grande para colocar em navios menores para cabotagem em toda a costa brasileira. É viável abastecer uma distância de até mil quilômetros a partir de Suape", explica Eduardo Antonello, CEO global da Golar Power.

O suprimento de gás natural servirá para geração de energia elétrica, além de atender demandas das indústrias, comércio, postos de GNV/GNL e residências. "Tem duas questões. A primeira é que esse é um investimento estruturante porque não vai só levar gás para onde não tem ainda, mas vai emprestar mais competitividade para os polos industriais menores do interior e pode ser um fator de redução do preço do gás para grandes indústrias de Suape. Além disso, a Golar se constitui como mais um possível distribuidor de gás, hoje só tem a Petrobrás, não existe concorrência. A partir do momento que os contratos forem vencendo com a Petrobrás, haverá mais uma opção e é um fator importante para a competitividade da indústria pernambucana", garantiu Leonardo Cerquinho, presidente do Porto de Suape.

Ele ainda ressaltou que a chegada da Golar reforça Suape como o principal centro de produção e distribuição do Nordeste. "Esse é mais um empreendimento que busca a vocação do porto de ser um hub. Já somos um hub de líquidos, derivados de petróleo, agora de gás, já somos um centro relevante distribuidor de veículos e estamos trabalhando no Tecon 2 para ter competitividade no terminal de contêineres também", disse.

Protocolo de intenção foi assinado ontem no Palácio do Campo das Princesas. (Foto: Heudes Regis/Divulgação)
Protocolo de intenção foi assinado ontem no Palácio do Campo das Princesas. (Foto: Heudes Regis/Divulgação)

Interiorização
A expectativa é fazer a interiorização do abastecimento de gás natural. "A Golar vai disponibilizar o gás para que possa levar para cidades pernambucanas e para o interior. É um navio que vai chegar no porto e vai poder fazer o transporte rodoviário para cidades que a Copergás não tem capacidade de chegar. Além de suprir, vai servir para o desenvolvimento das cidades. Hoje chegamos até Belo Jardim, onde está a Baterias Moura. Mas já existe demanda em outras cidades e essa solução da Golar vai acelerar o processo", disse o governador Paulo Câmara.

A interiorização será possível graças à parceria da Golar com a Copergás e Petrolina, no Sertão, e Garanhuns, no Agreste, serão as primeiras cidades beneficiadas. A companhia vai investir R$ 15,9 milhões - sendo R$ 3,2 milhões em 2020 e o restante em 2021 - para construir a estação de distribuição e as redes que vão fornecer o combustível dentro dos dois municípios.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Rhaldney Santos entrevista Armando Sérgio (Avante)
Enem para todos com professor Fernandinho Beltrão #179 - Coração dos vertebrados
De 1 a 5 : Cuidados com a luz são essenciais na rotina do trabalho remoto
Candidatos têm características das mais distintas, mas estão longe de representar os grupos sociais
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco