Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Economia

PROCON

Operação Serpentina recolhe mais de mil produtos impróprios

Publicado em: 21/02/2020 12:08


Procon-PE terá equipe de plantão durante o Carnaval
 (Foto: Divulgação Procon-PE)
Procon-PE terá equipe de plantão durante o Carnaval (Foto: Divulgação Procon-PE)
Na semana em que começa o carnaval, o Procon-PE realizou a Operação Serpentina, realizando fiscalizações em lojas de adereços e produtos para a festa, além de supermercados com foco nos setores de bebidas, gelos e carnes. Os fiscais recolheram 1.156 produtos impróprios para consumo, dentre máscaras, lança-confete, serpentinas metálicas e glitters. 

No Atacado dos Presentes, localizado no bairro da Torre, foram retiradas das prateleiras 75 máscaras, sem informação clara sobre a composição e riscos possíveis à saúde, além de 1018 tubos de lança-confete, com serpentina metálica, sem selo do Inmetro. Já na Kinitos do Shopping Rio Mar, 63 pacotes de glitter, sem informações claras de composição foram retirados de comercialização. 

Atendimento – O Procon montou um esquema especial para os dias de folia. Até a terça de carnaval (25.02), o órgão de defesa do consumidor estará com uma estrutura montada na Praça do Arsenal, no Recife Antigo. Das 16h às 22h uma equipe, formada por fiscais, educadores e assessores jurídicos, realizará fiscalizações, orientações e abrirá reclamações de consumidores que se sentirem lesados.

Dentre as orientações que o Procon dá para os foliões estão:

- Prefira estacionamentos regulares como zona azul ou os privados e guarde o comprovante para eventuais queixas;

- Verifique sempre a validade dos produtos;

- Compare preços;

- Verifique se os brinquedos como spray com buzinas e espuma artificiais possuem selo do Inmetro;

- Guarde os anúncios e propagandas dos eventos, bem como recibos e comprovante de pagamento, caso precise reclamar;

- Na compra virtual, imprima a página e guarde-a por segurança;

- É proibida cobrança de taxa mínima de consumo;

- A cobrança de táxi deve ser feita pelo taxímetro;

- Os bares precisam avisar caso seja cobrado o preço para ficar na mesa. Se o móvel estiver em calçadas ou qualquer outro espaço público, não pode haver cobrança.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Respondemos às dúvidas mais comuns sobre a concessão e o cadastro do auxílio emergencial do governo
A pandemia em Pernambuco - destaques de 8 de abril
Confira galeria de máscaras de proteção inusitadas ao redor do mundo
A pandemia em Pernambuco - destaques de 7 de abril
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco