Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Economia

NATAL

Shoppings investem forte nas ações de Natal

Publicado em: 03/11/2019 08:30 | Atualizado em: 01/11/2019 18:03

Principais centros esperam aumento de vendas, de fluxo de pessoas e fazem balanço do ano. Foto: Thiago Medeiros
Fim de ano é, tradicionalmente, período de franco aquecimento no comércio com a chegada das festas natalinas e o incremento no orçamento do consumidor por meio do décimo terceiro. Para os shoppings centers, aumento do fluxo de pessoas e das vendas, além de inauguração dos seus projetos de Natal que envolvem investimentos altos e específicos. Pela proximidade final do ano é, também, período de balanço. Em Pernambuco, a maioria dos shoppings está em fase de abertura da programação de natal. Os custos para estas ações, em 2019, variam entre R$ 1,5 milhão a R$ 3,8 milhões e são relativos à decoração dos espaços além de atividades interativas para crianças de todas as idades. A expectativa quanto ao acréscimo de vendas oscila de 7% a 10% enquanto o de fluxo de pessoas esperadas fica entre 5% a 35%.

O Shopping Tacaruna, por exemplo, inaugura a temporada de Natal neste domingo (3) com a chegada do Papai Noel, a partir das 15h. Para os 600m³ de decoração natalina - o equivalente a seis carretas de materiais - o mall buscou inspiração nos castelos franceses. O investimento total nas ações (incluindo material de mídia, contratações temporárias, etc), foi da ordem de R$ 2,5 milhões. “Nossa expectativa é um incremento de 10% nas vendas e 5% no fluxo de clientes em relação ao ano passado”, destaca a superintendente do Shopping Tacaruna, Sandra Arruda. Com 269 lojas , o shopping fecha o ano sem vacância (lojas vagas) já que muitos lojistas alugaram espaços temporários para comércio ou mesmo depósito de materiais. A média atual é de 2,3%. Durante todo o ano, em ações e serviços a exemplo do Rooftop (área externa superior com 1.700 metros quadrados) os empreendedores investiram cerca de R$ 8 milhões. “Faz parte da nossa busca rotineira por inovação. Temos 20 anos de história, nunca fomos líder de mercado nem tivemos as maiores verbas. Então, sempre tivemos que fazer algo diferente. E investimento em pesquisa é uma das nossas prioridades”, afirma Sandra. Ainda em 2019, o mall terá mais três operações de vulto: Casas Bahia (com 400 metros quadrados), Hering Kids e Pizza Hut.

O Shopping Recife, por sua vez, prevê um crescimento de vendas de 10% - ante o mesmo ciclo de 2018 - e espera mais de 4 milhões de clientes durante o período natalino que vai de 3 de novembro, quando acontece a esperada chegada do Papai Noel, até o dia 25 de dezembro. O investimento em todas as ações destinadas à festa, cujo tema este ano é Natal do Recife - Cidade dos Brinquedos, foi de R$ 3,8 milhões. A estrutura envolve mais de 15 fornecedores e parceiros e gerou mais de mil empregos diretos e indiretos. No térreo de eventos, em uma área de 1.300 m², foi montada a Cidade dos Brinquedos com 10 espaços interativos. Com um total de 450 lojas, o Recife deve fechar o ano com apenas quatro lojas vagas, tendendo a terminar com duas ou mesma zero de vacância, e uma adimplência de 98%. 40 novos lojistas aportaram no local em 2019. O espaço recebe aproximadamente 65 mil pessoas por dia. Somente o momento da ação da chegada do Papai Noel, por exemplo, recebe cerca de 15 mil. No ano passado, o Black Friday e as vésperas de Natal trouxe picos de quase 105 mil pessoas por dia. Em 2019, as vendas aumentaram em 5% em relação a 2018 e a previsão de aumento delas com este público acrescido, do Natal, é de 5,5% a 6% em comparação ao ano anterior. O ano de 2019 também marcante para o centro de compras devido à quantidade de eventos (80 ao total) para os quais foi destinado cerca de R$ 5 milhões. Para 2020, dois grandes investimentos feitos pelo shopping, que chegam ao volume de R$ 16 milhões, são a reformulação do game station e a revitalização da praça de alimentação 4, que fica ao lado do centro de diversão.

A partir do dia 7 de novembro, o Plaza inaugura o “Natal de Oz”, com a decoração especial de Natal baseada na história do O Mágico de Oz, que completou 80 anos em setembro e investimento na ordem de R$ 1,5 milhão. O bom velhinho recebe a visita das crianças em novembro, de quinta a domingo, e em dezembro, todos os dias da semana, das 14h às 20h, com intervalo entre as 16h e 17h. A expectativa é que, com essas atrações, as vendas no mall sejam 8% maiores do que no mesmo período de 2018 e que o fluxo de clientes cresça 5%. Pela primeira vez, o projeto e execução é da Blachere Iluminação Brasil, subsidiária da francesa Blachere illumination SAS, que tem no seu currículo uma gama de trabalhos executados em locais como Torre Eiffel, a Champs-Elysées, a Galleria Vittorio Emmanuele e o Castelo da Cinderella. São mais de 1.000 cidades iluminadas no mundo.


Mais jovem de todos os shoppings centers do Estado, o Shopping Patteo Olinda traz um bosque mágico com cogumelos gigantes no seu “Natal Encantado do Patteo”, aberto ao público no dia 3 de novembro. A chegada do Papai Noel acontece no dia 10, a partir das 16h. O espaço utilizou mais de 8 mil enfeites na Praça de Eventos do piso térreo em um projeto que conta com mais de 70 mil luzinhas LED. De acordo com o superintendente Leandro Denardi, no total, o Shopping, que no último mês de abril completou um ano de funcionamento, está investindo mais de R$ 1,5 milhão em seu segundo Natal. A expectativa do centro de compras para o período é obter um crescimento de 35% no número de visitantes em relação aos meses anteriores. O RioMar Shopping ainda não divulgou sua programação natalina, mas já adiantou que espera um percentual de 8% de aumento de visitantes, neste ano, em relação a 2018 e de 7% a 8% nas vendas. Inaugurada ontem, a programação natalina do Shopping Guararapes teve repetido o volume de R$ 2 milhões investidos do ano passado. O mall localizado na cidade de Jaboatão faz um balanço do ano e comemora o recebimento de investimentos da ordem de R$ 25 milhões em 2019. Neste período, foram atraídas 26 novas operações para o local, dentre lojas e quiosques. A expectativa é fechar o ano com um crescimento em vendas e fluxo de clientes de 7%, para cada um.

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Moradores cobram inauguração da Upinha Rio da Prata
A importância de um atendimento farmacêutico correto
Primeira Pessoa com Padre Reginaldo Veloso
Sobre Vidas: Casinha - Associação dos Amigos da Vila do Papelão
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco