Diario de Pernambuco
Diario de Pernambuco
Notícia de Economia

ARREMATE

Governo arrecada R$ 69,96 bilhões com megaleilão do pré-sal

Publicado em: 06/11/2019 10:57 | Atualizado em: 06/11/2019 12:04

O montante equivale ao maior valor arrecadado no mundo no setor de petróleo (Agência Petrobras/Divulgação)
O montante equivale ao maior valor arrecadado no mundo no setor de petróleo (Agência Petrobras/Divulgação)
A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) realizou, nesta quarta-feira (6), o maior leilão de petróleo do mundo. O governo estimava arrecadar R$ 106,5 bilhões, mas com apenas duas das quatro áres arrematadas o arrecadamento foi de R$ 69,96 bilhões. O montante equivale ao maior valor arrecadado no mundo no setor de petróleo no que diz respeito ao pagamento de bônus de assinatura, valor pago pela empresa pelo direito de exploração.

Petrobras fica com 90% com campo de Búzios
Considerada a área mais promissora já descoberta no Brasil, Búzios foi arrematada sem ágio e bônus de assinatura de R$ 68,194 bilhões no megaleilão do pré-sal, realizado na manhã desta quarta-feira (6). A Petrobras ficou com 90% do campo.

A empresa já tinha informado a intenção de ficar com pelo menos 30%, como prevê a lei.

A estatal entrou em parceria com as empresas chinesas CNOOC e CNODC. Esse consórcio foi o único a apresentar oferta pela área.

Em seguida, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) passou a licitar o campo de Itapu, pelo qual a Petrobras também demonstrou interesse em participar.

Somente a Petrobras faz oferta e leva o campo de Itapu

Como antecipado pelo seu presidente, Roberto Castello Branco, a Petrobras entrou no megaleilão de pré-sal com disposição para levar as áreas pelas quais exerceu o direito de participação mínima de 30%. Depois de arrematar o campo de Búzios, destaque da licitação, em consórcio com duas petroleiras chinesas, a estatal levou no fim da manhã desta quarta-feira (6), a área de Itapu, que tem bônus de assinatura previamente definido de R$ 1 76 bilhão.

Com isso, o leilão do excedente da cessão onerosa já acumula até agora um total de R$ 69,96 bilhões em bônus de assinatura. Restam ainda as ofertas pelos campos de Sépia e Atapu.

A Petrobras foi a única a apresentar oferta pelo campo de Itapu. A empresa será a operadora do ativo, sem sócias.

A empresa levou o campo pelo porcentual mínimo de excedente em óleo exigido no edital, de 18,15%.

O porcentual equivale a quanto do lucro com a produção as vencedoras se comprometem a repassar à União. Pelas regras, quem oferecer um ágio maior sobre esse porcentual leva a área.

Blocos de Sépia e Atapu ficaram sem interessados
Dois dos blocos leiloados pela Petrobras não conseguiram atrair o interesse dos compradores, nenhuma proposta foi realizada. A ANP já havia admitido a possibilidade de que nem todas as áreas fossem vendidas. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, havia avaliado que apenas a venda de Búzios e Itaipu seriam suficientes para que o leilão fosse considerado um sucesso.
Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.
Maria, mãe de um povo ferido
Confira a estreia do programa In set
Educação humanizadora e não violência nas escolas
João e os 50 anos de colunismo social
Galeria de Fotos
Grupo Diario de Pernambuco